‘Campo de Marte é um aeroporto seguro’, defende perito em acidentes aéreos

'Temos muito mais vítimas no entorno do aeroporto, seja por violência, assalto, atropelamento ou batida de carro', afirmou o perito em acidentes aéreos

Da CNN

Ouvir notícia

Consultor aeronáutico e perito em acidentes aéreos, Roberto Peterka defendeu, em entrevista à CNN, nesta quinta-feira (9), que o Campo de Marte, na zona norte de São Paulo, é um aeroporto seguro. A consideração foi feita após o acidente com um avião de pequeno porte, próximo ao aeroporto, que deixou uma pessoa morta na quarta-feira (8).

“Temos muito mais vítimas no entorno do aeroporto, seja por violência, assalto, atropelamento ou batida de carro. E o Campo de Marte, dentro da especificação dele, é um aeroporto seguro”, disse Peterka, que avaliou que o volume de acidentes no local “é até aceitável”.

Leia também:

Doria defende encerramento de atividades no Campo de Marte
Polícia Civil faz nova perícia no local da queda de avião em São Paulo

“Logicamente que a perda de uma vida é importante. Lutamos para evitar, se possível, todas, só que a segurança absoluta é utopia, então temos meios para aumentar a segurança”, acrescentou.

Em comparação entre o Campo de Marte e o Aeroporto de Congonhas, o perito em acidentes aéreos defendeu que a diferença está na fiscalização e na sofisticação das aeronaves de cada local. “Então temos uma diferença operacional. A tecnologia [em Congonhas] é maior”, disse.

A Polícia Civil fez uma segunda perícia, na manhã desta quinta-feira (9), sobre a queda do avião de pequeno porte. Até às 8h30 de hoje, os destroços continuavam no local do acidente.

O acidente foi na Avenida Braz Leme e matou piloto Paulo Magalhães Pereira, de 47 anos. A informação foi confirmada à CNN por Luiz Antônio Silva Pereira, pai do piloto.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), lamentou a morte e defendeu o encerramento das atividades no aeroporto Campo de Marte. 

Peritos no local de acidente aéreo perto do Campo de Marte, em São
Peritos no local de acidente aéreo perto do Campo de Marte, em São
Foto: CNN (9.jul.2020)

Mais Recentes da CNN