Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Carnaval no Rio: Sambódromo e camarotes ainda não têm aval dos Bombeiros

    Nesta terça-feira, a comissão de eventos da Câmara de Vereadores do Rio fiscalizou a Marquês de Sapucaí e constatou a falta de documentos

    Comissão de Eventos da Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro em visita à Sapucaí.
    Comissão de Eventos da Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro em visita à Sapucaí. Cleber Rodrigues / CNN

    Cleber Rodriguesda CNN

    no Rio de Janeiro

    Na véspera dos desfiles na Marquês de Sapucaí, nem o sambódromo, nem a maioria dos camarotes, têm todos os documentos exigidos pelo Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro.

    A constatação é da Comissão de Esportes, Lazer e Eventos da Câmara Municipal do Rio que, nesta terça-feira (19), realizou uma vistoria para cobrar os documentos necessários para a segurança do evento.

    De acordo com o vereador Felipe Michel (PP), que preside a comissão, embora ainda não tenham sido apresentados alguns documentos, como as notas fiscais dos extintores de incêndio e o detalhamento do Plano de Rotas de Fuga, a expectativa é que as exigências para a liberação do sambódromo sejam cumpridas até o fim desta terça. Já a maioria dos camarotes está com a documentação bastante atrasada, segundo o parlamentar.

    “Na questão do sambódromo, são documentos no que tange a extintores, à saídas de emergência, a RTs de responsabilidade técnica, e a Riotur se comprometeu a cumprir essas exigências até o fim do dia, para que o Corpo de Bombeiros autorize o sambódromo (…) Mas sobre os camarotes, o Corpo de Bombeiros nos comunicou que faltam vários documentos, de vários camarotes. Então isso nós precisamos acompanhar para que o cidadão tenha um carnaval de segurança, lazer e alegria”, afirmou o vereador.

    Ainda segundo a Comissão, outro ambiente que também não tem o aval dos Bombeiros, é o Terreirão do Samba, espaço que fica anexo a Marquês de Sapucaí e onde os foliões se reúnem para apresentações musicais.

    A CNN já solicitou e aguarda os posicionamentos do Corpo de Bombeiros, da Liesa e da Riotur. Segundo a Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa), cerca de 75 mil pessoas são esperadas a cada dia de desfiles na Marquês de Sapucaí.

    Nesta quarta-feira (20) e na quinta (21), desfilam as escolas da Série Ouro. Nesta sexta (22) e no sábado (23), se apresentam as escolas do
    Grupo Especial. No sábado seguinte (30), será a vez do desfile das escolas campeãs.