Casa é destruída por deslizamento de terra e pedra na zona norte do Rio de Janeiro

Morador ficou preso aos escombros e foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros

Nathalie Hanna AlpacaIsabelle Salemeda CNN

Rio de Janeiro

Ouvir notícia

Uma casa foi destruída ao ser atingida por um deslizamento de terra e pedras na Avenida Marechal Rondon, em Sampaio, na zona norte do Rio de Janeiro, na manhã deste sábado (16). Um morador ficou com as pernas presas a um bloco de rocha e foi retirado pela equipe de resgate.

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) levou cerca de cinco horas para realizar o trabalho. De acordo com a Defesa Civil Municipal, Lucas da Silva, de 18 anos, foi retirado consciente do local e encaminhado para o Hospital Municipal Salgado Filho. O rapaz vivia na casa com mais cinco pessoas, mas estava sozinho no momento do acidente.

Outras quatro residências no entorno foram interditadas pela Defesa Civil, que constatou risco de novos rolamentos de pedras. O prefeito do Rio, Eduardo Paes, esteve no local e afirmou que irá retomar as obras no Complexo de Sampaio.

“Ali tem uma área com muitas pedras. O rapaz já foi para o hospital e está bem. Nós queremos evitar mortes. A Geo-Rio está atuando e terminando de levantar os dados para ver se precisa de alguma intervenção”, disse o prefeito.

Em nota, a Fundação Instituto de Geotécnica do Município do Rio de Janeiro (Geo-Rio) informou que recebeu chamados da Defesa Civil para vistorias em áreas próximas ao local do deslizamento, porém, ressaltaram que nenhum era referente a localidade da ocorrência no morro do Quieto. De acordo com o órgão, os técnicos da fundação já estão no Sampaio desde as primeiras horas do dia e aguardam liberação dos Bombeiros e da Defesa Civil para realizar a vistoria.

O Centro de Operações Rio informou que o trânsito chegou a ficar intenso no trecho por conta da presença das equipes da CET Rio, dos bombeiros e da Polícia Militar.

Bombeiros resgatam homem que ficou preso após deslizamento de pedra no Rio / Corpo de Bombeiros Do Rio de Janeiro

Mais Recentes da CNN