Celso de Mello antecipa aposentadoria e mais da noite de 25 de setembro

Assista ao 5 Fatos Noite apresentado pela âncora da CNN Carol Nogueira

Ouvir notícia

A antecipação da aposentadoria do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF) e a denúncia contra o advogado Frederick Wassef estão entre os destaques do 5 Fatos Noite desta quinta-feira, 24 de setembro de 2020.

Celso de Mello 

O ministro Celso de Mello antecipou a data da aposentadoria e vai deixar o Supremo Tribunal Federal no dia 13 de outubro. Ele se aposentaria compulsoriamente em novembro, quando completa 75 anos.

Suprema Corte EUA

Fontes ouvidas pela CNN indicam que o presidente Donald Trump pretende escolher Amy Coney Barret como a próxima juíza da Suprema Corte. Ela é integrante do Tribunal de Apelações do 7º circuito de Chicago. É uma grande defensora do porte de armas e conhecida por suas opiniões antiaborto.

Covid-19

Os Estados Unidos ultrapassaram a marca dos 7 milhões de casos confirmados de Covid-19, de acordo com Universidade Johns Hopkins. O país é o mais atingido pela pandemia e já registra mais de 200 mil mortes.

Wassef denunciado

A força-tarefa da Lava Jato denunciou nesta sexta-feira (25) o advogado Frederick Wassef, que já representou a família do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Eles e outras quatro pessoas são suspeitas de peculato e lavagem de dinheiro.

Papa Francisco

O papa Francisco discursou nesta sexta-feira (25) na Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas). Em uma fala que durou quase meia hora, o pontífice disse que considera perigosa a situação da Amazônia e que o cuidado com o meio ambiente está ligado ao combate à pobreza.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

Mais Recentes da CNN