Chuva forte e enxurrada causam alagamentos no Rio Grande do Sul

Não houve registro de vítimas ou desalojados até a noite desta segunda-feira

Forte chuva em Lagoa Vermelha, no Rio Grande do Sul
Forte chuva em Lagoa Vermelha, no Rio Grande do Sul Foto: Reprodução/Twitter @metsul (1º.mar.2021)

da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Fortes chuvas atingiram o município de Lagoa Vermelha (290 km de Porto Alegre) na noite desta segunda-feira (1º). De acordo com informações da Defesa Civil do Rio Grande do Sul, houve uma enxurrada na região e a equipe está trabalhando na desobstrução de bueiros para o escoamento da água. 

A empresa de meteorologia Metsul afirma que há pontos em que a água ultrapassa mais de um metro de altura. Apesar da forte chuva, não há solicitação de ajuda à Defesa Civil Estadual até o momento. O Corpo de Bombeiros Militar auxiliando os moradores com as casas atingidas pela enxurrada.

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) comunicou que as regiões entre o norte do Rio Grande do Sul e o Paraná terão “chuvas significativas” nesta semana, com acumulados de 50 a 150 mm. 

Segundo dados da Sala de Situação do Rio Grande do Sul, em Lagoa Vermelha choveu 112,2mm em aproximadamente 2h. Isso equivale a 95% da climatologia de fevereiro que é de 118,1mm.

Pela manhã, o estado de Santa Catarina também registrou temporais. Em Camboriú, aulas foram suspensas por dificuldade de acesso. Pelo Twitter, o governador Carlos Moisés (PSL) disse que o momento é de “total atenção”. “Risco segue elevado para alagamentos, deslizamentos e enxurradas nas áreas mais próximas ao litoral. Nossas equipes estão reunidas e atuando para minimizar os danos”, escreveu. 

Ele orientou que, em caso de emergência, os cidadãos liguem para o 199 (Defesa Civil) ou 193 (Bombeiros). 

(*Com informações de Anna Satie, Anna Gabriela Costa e André Rosa, da CNN em São Paulo)

Mais Recentes da CNN