Chuvas na Bahia: número de afetados pelas enchentes chega a 660 mil

Número de mortes não aumentou e se manteve em 25, segundo os dados atualizados nesta tarde desta sexta (30)

Chuvas na região do sul da Bahia mudam cenário da região com alagamentos
Chuvas na região do sul da Bahia mudam cenário da região com alagamentos Divulgação/Graer GOVBA

Cleber Souzada CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O número de pessoas afetadas em decorrência das enchentes que atingem diversas regiões da Bahia saltou de 641.000 na quinta-feira (30) para 661.208 nesta sexta-feira (31). As informações são da Superintendência de Proteção e Defesa Civil do estado (Sudec), com base nos dados recebidos das prefeituras.

O número de mortes não aumentou desde quinta-feira (30) e se manteve em 25, segundo os dados atualizados nesta tarde.

O número de desabrigados está em 33.247; o de desalojados subiu para 54.771 para 57.243 desalojados, e o de feridos se mantém em 517.

Dos 165 municípios afetados pelas chuvas, 153 declararam situação de emergência. Além de São Félix do Coribe e Ubaitaba, outras 11 cidades registraram mortes em decorrência das enchentes.

Na quinta-feira (30), o presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou, em transmissão ao vivo em uma rede social, que caso seja necessária ajuda da Argentina às vítimas das fortes chuvas na Bahia, a missão humanitária será intermediada diretamente pelo governo federal.

Bolsonaro também rebateu o governador da Bahia, Rui Costa (PT), e disse que a ajuda argentina não será negociada pelo governo baiano.

Mais Recentes da CNN