Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Chuvas no RS: moradores encontram casas destruídas após enchentes em Canoas

    Imagens mostram cenário de devastação enfrentado por famílias após fortes chuvas que atingiram o estado

    Da CNN

    Após serem forçados a deixar suas casas por conta das chuvas que assolam o Rio Grande do Sul, moradores do bairro Harmonia, em Canoas, começam a retomar suas vidas. Mas o que encontraram no bairro foi um cenário de destruição.

    Imagens mostram a casa de uma senhora de 83 anos completamente tomada pela lama.

    A entrada da residência estava coberta por uma pilha de detritos, com móveis e pertences da moradora arrastados pela força das águas.

    Danos Irreparáveis

    Ao entrar na casa, familiares da idosa se depararam com a marca deixada pelas enchentes nas paredes, indicando a altura que a água alcançou durante a tragédia.

    Plantas e objetos de decoração que faziam parte do cotidiano da moradora estavam completamente submersos. Um veículo que estava na garagem da residência também ficou totalmente coberto pela água.

    O cenário de destruição reflete a realidade de milhares de pessoas em Canoas, Esteio, Sapucaia, São Leopoldo e Novo Hamburgo, que viram suas vidas sendo arrastadas pelas águas.

    Reconstrução Desafiadora

    O processo de reconstrução e retomada da normalidade será um desafio para as famílias atingidas. Além das perdas materiais, elas terão que lidar com o trauma emocional causado pela perda de tudo aquilo que foi construído ao longo de uma vida.

    As autoridades locais e a sociedade civil estão se mobilizando para prestar assistência e apoio às vítimas das enchentes, mas a recuperação total ainda levará um longo tempo e esforços conjuntos.

    Dimensão da catástrofe

    O balanço divulgado pela Defesa Civil do Rio Grande do Sul na manhã deste domingo (26) informa que o número de mortes provocadas pelas chuvas no estado chegou a 169.

    O relatório informa que o estado ainda tem 56 pessoas desaparecidas, além de 806 feridos.

    O número de pessoas afetadas chegou a 2.345.400, sendo que 581.638 estão desalojadas e 55.813 foram para abrigos temporários. Dos 497 municípios gaúchos, 469 foram atingidos pela chuva, o que corresponde a quase 95% do total.

    Ainda de acordo com a Defesa Civil, 77.711 pessoas e 12.503 animais foram resgatados pelas forças de segurança.