Com adiamento do Carnaval, ensaios técnicos para desfiles na Sapucaí começam em março

Segundo o prefeito Eduardo Paes, todos os empregos dos funcionários das escolas de samba serão mantidos

Beatriz PuenteRafaela Cascardoda CNN

no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

O cronograma de ensaios técnicos para os desfiles das escolas de samba no Rio de Janeiro foi reformulado por conta do adiamento do Carnaval para abril. Segundo o diretor de marketing da Liesa, Gabriel David, a previsão é de que os ensaios de rua sejam realizados a partir do meio de fevereiro e os ensaios técnicos comecem em março.

A definição veio após reunião nesta segunda-feira (24) entre o prefeito Eduardo Paes, a Liga das escolas de samba (Liesa) e as agremiações do grupo especial.

“A gente trabalha com a confirmação de que tem Carnaval e ele começa dia 21 de abril. O trabalho de pré-Carnaval, que estava sendo muito prejudicado por conta da pandemia, pode voltar aos moldes do Carnaval tradicional, que a gente já conhecia, com os ensaios técnicos. É um ganho que a gente tem, que tinha perdido para esse Carnaval”, explicou Gabriel David.

O presidente da Liga, Jorge Perligeiro, disse que 45% dos ingressos para o espetáculo ainda estão disponíveis e que houve apenas 11 pedidos de reembolso após a mudança da data.

Durante o encontro, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, assegurou às agremiações que os empregos de quem trabalha com Carnaval serão mantidos até abril.

Em relação às obras no sambódromo, Paes esclareceu que, se a festa fosse mantida para fevereiro, a Sapucaí estaria pronta. Parte do asfalto por onde passa o desfile começa a ser feita ainda esta semana e as obras devem ser concluídas no início do mês de março.

Sobre os protocolos para proteção contra Covid-19, a Liesa informou que, em abril, pode manter a obrigatoriedade de apresentação do comprovante de vacinação e de um teste negativo para os componentes das escolas e para o público.

Segundo o presidente da liga, a manutenção dessas medidas vai depender do cenário epidemiológico.

Cuidados básicos ajudam a prevenir a Covid-19 e a gripe:

Mais Recentes da CNN