Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Congonhas terá área exclusiva para carros de aplicativo

    Segundo a concessionária, bolsão terá 4.000 m² e capacidade para 145 vagas; funcionamento deve começar em julho

    Dayres Vitoriada CNN*

    Em São Paulo

    Uma resolução publicada nesta segunda-feira (10) no Diário Oficial da cidade de São Paulo estabelece a criação de uma área exclusiva para embarque e desembarque de passageiros de aplicativos de transporte no aeroporto de Congonhas.

    O prazo para que essas áreas sejam instaladas é de 30 dias. Ou seja, devem estar em funcionamento a partir de 10 de julho.

    Os bolsões serão chamados de Zona de Embarque de Aplicativos (ZEA). A resolução prevê que o embarque e o desembarque de passageiros que utilizam esses serviços deve ser feito somente nas ZEAs.

    Segundo a prefeitura, a medida visa reduzir o impacto no trânsito local e foi adotada após uma consulta pública, encerrada em março deste ano. A Aena, concessionária que administra o aeroporto, informa que as obras para instalação dos espaços já tiveram início.

    De acordo com a empresa, a Zona de Embarque de Aplicativos contará com 4.000 m² e terá capacidade de 145 vagas para os veículos de aplicativo. Com a criação da ZEA, os motoristas não precisarão mais circular pelas vias internas e externas do aeroporto enquanto aguardam uma nova chamada, colaborando para a redução do fluxo local.

    A inauguração da zona deve acontecer em julho. Até lá, o desembarque de passageiros dos carros de aplicativo permanece sendo realizado nos locais devidamente autorizados.

    Onde será a área exclusiva

    A área ficará localizada no piso inferior. A concessionária informa que a sinalização e orientação do meio-fio serão aprimoradas para melhor fluidez do tráfego de motoristas e passageiros. Haverá indicações por números e cores, para que os passageiros aguardem pelos carros de aplicativo no local exato.

    Além disso, a equipe de orientação a passageiros e motoristas também deve ser reforçada. Cerca de novos 56 profissionais serão contratados, sendo 23 exclusivamente para realizar o direcionamento dos condutores e viajantes, de acordo com a concessionária Aena.

    * Sob supervisão