Dario Messer fecha acordo com Lava Jato para devolver R$ 1 bi a cofres públicos

Doleiro deve cumprir pena de até 18 anos de prisão e renunciar a 99% de seu patrimônio

Anna Satie, da CNN

Ouvir notícia

O doleiro Dario Messer deve retornar R$ 1 bilhão aos cofres públicos, determinou acordo de delação premiada homologado pela Justiça do Rio de Janeiro nesta quarta-feira (12). Ele também foi condenado a 18 anos e 9 meses de prisão.

Messer é réu da Lava Jato no Rio de Janeiro por lavagem de dinheiro e outros crimes. De acordo com o MPF-RJ (Ministério Público Federal do Rio de Janeiro), esse acordo é de “escala inédita na Justiça brasileira”.

Leia também:

Lava Jato de SP recorre de decisão que suspendeu investigações contra Serra

Fachin mantém decisão que negou à PGR acesso a dados da Lava Jato

Os bens de Messer incluem imóveis de alto padrão, obras de arte e um patrimônio no Paraguai relacionado a atividades agropecuárias e imobiliárias — essas, de acordo com o MPF, deverão fundamentar um pedido de cooperação com as autoridades daquele país para partilha dos valores com o Brasil.

Chamado de “o doleiro dos doleiros”, Messer foi o principal alvo da operação “Câmbio, Desligo”, desdobramento da Lava Jato em 2018, que investigava um sistema de transações ilegais de câmbio em 52 países.

Mais Recentes da CNN