Embaixada da China pede ao Amazonas indicação para enviar doações

A ajuda tem sido viabilizada com ajuda de parlamentares e da OAB

Igor Gadelhada CNN

Ouvir notícia

 

A embaixada da China no Brasil enviou um ofício ao governo do Amazonas pedindo que indique “pontos focais” para tratar do recebimento das doações que o governo e empresas chinesas pretendem enviar ao estado, que enfrenta um colapso na área da saúde. O documento foi enviado com a data desta segunda-feira (18).

“Para garantir a chegada fluida das eventuais doações, esta embaixada solicita ao governo do Amazonas um ofício com maior celeridade no qual fornece as informações de contato dos pontos focais indicados para tratar do recebimento das doações tanto institucionais como empresariais do lado chinês”, diz o ofício, ao qual a CNN teve acesso. 

carga de oxigênio
Avião da Azul é carregado com carga de 80 cilindros de oxigênio em Viracopos (Campinas/SP), com destino a Manaus, a pedido do Ministério da Saúde
Foto: Divulgação (16/01/2021)

No documento, a embaixada afirma que está mobilizando o “efetivo engajamento de instituições e empresas chinesas no Brasil para auxiliar de forma concreta” o estado e “oferecer apoio financeiro e doar itens e insumos prioritários para salvar vidas”. A ajuda tem sido viabilizada com ajuda de parlamentares e da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

No último sábado (16), a CNN noticiou que o governo chinês se organizava para doar dinheiro ao governo do Amazonas. À CNN, o porta-voz da embaixada chinesa, ministro-conselheiro Qu Yuhui, disse que os valores ainda estão sendo fechados e explicou que a opção pela doação financeira se deu após avaliação de que seria mais viável logisticamente.

Mais Recentes da CNN