Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Esquema de segurança em SP terá 3,6 mil policiais nas ruas para o 7 de setembro

    Manifestações ocorrerão na Avenida Paulista e no Vale do Anhangabaú, na região central da capital paulista

    Matheus Meirellesda CNN

    Em São Paulo

    Um esquema especial com cerca de 3,6 mil policiais militares foi montado em São Paulo para as manifestações marcadas no dia 7 de setembro. Os atos pró-governo federal ocorrerão na Avenida Paulista, enquanto a oposição vai se manifestar no Vale do Anhangabaú, na região central da capital paulista.

    O objetivo é proteger tanto os manifestantes como o patrimônio público, além do direito de ir e vir das pessoas que moram ou trabalham próximas dos locais que serão palcos de protestos.

    O patrulhamento começará já nas primeiras horas do dia. Policiais também estarão próximos de estações do Metrô para evitar possíveis novos atos e confrontos.

    O esquema ainda contará com 1.473 viaturas, 60 cavalos e quatro drones. Além disso, fará parte da segurança uma equipe de mediadores da PM – com agentes que farão a comunicação com os manifestantes.

    A PM também afirmou que monitorará os atos — com câmeras fixas, móveis, motolink e nos uniformes dos policiais — de uma sala de crise instalada no Centro de Operações da PM (Copom).

    Trabalharão no feriado da Independência os Comandos de Policiamento da Capital (CPC), de Trânsito (CPTran), de Choque (CPChq), do Corpo de Bombeiros (CCB) e o CavPM, que apoiará com dois Helicópteros Águia.