Estados pedem “urgência” na compra da Coronavac para aplicação em crianças

Fórum de governadores pediu urgência ao ministro da Saúde para aquisição do imunizante; Butantan diz que Ministério demonstrou interesse em comprar 7 milhões de doses

Silvana FreireRaphael Coraccinida CNN

Ouvir notícia

O Fórum Nacional de Governadores solicitou na manhã desta sexta-feira (21) a incorporação da Coronavc para crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos no Plano Nacional de Imunização (PNI). A Anvisa autorizou o uso do imunizante nesse público na quinta-feira (20).

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), membro do fórum, mandou um ofício ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, na noite de quinta pedindo urgência na compra da Coronavac para aplicação em crianças e adolescentes.

No ofício, Câmara diz que é “incontornável a urgência para completar a vacinação de crianças e adolescentes no Brasil”.

O governdor do Piaui, Wellington Dias (PT), presidente do fórum, disse que também enviou ofício aos ministérios da Saúde e da Casa Civil e que tratou com o secretário-executivo da Saúde, Rodrigo Cruz, sobre a inclusão da coronavac para crianças.

“O Ministerio da Saúde vai incorporar hoje mesmo no PNI. Ótima notícia”, disse Dias.

Cruz disse, na manhã desta sexta, que o ministério tem 6 milhões de doses disponíveis da Coronavac e que há mais doses em poder de estados e municípios que já poderiam ser utilizadas.

“O Distrito Federal, por exemplo, tem já 500 mil doses disponíveis e 250 mil crianças. Vamos conversar com estados para fazer distribuição mais justa para que todos tenham oportunidades de avançar na imunização dessa população”, afirmou.

Apesar do sinal positivo do secretário, o governo ainda não oficializou, via Ministério da Saúde, a inclusão da Coronavac no PNI.

Aquisição de 7 milhões de doses

O Instituto Butantan, de São Paulo, anunciou, ainda no final da manhã desta sexta-feira (21), que o governo federal tem interesse na compra de 7 milhões de doses da Coronavac.

Em nota enviada à CNN, o instituto afirma que as tratativas estão sendo realizadas hoje e as entregas acontecerão entre esta sexta e a segunda-feira (24).

O Butantan havia anuncia a disponibilidade de 15 milhões de doses no total.

Com informações de Rafaela Lara e Julyanne Jucá

Mais Recentes da CNN