Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Farmácia Popular: remédios para colesterol alto, Parkinson e rinite serão gratuitos

    Medida foi divulgada nesta quarta-feira (10) pelo Ministério da Saúde; cerca de 3 milhões de pessoas devem ser beneficiadas

    Programa Farmácia Popular completa 20 anos
    Programa Farmácia Popular completa 20 anos Arquivo - Elza Fiuza/Agência Brasil

    Dayres Vitoriada CNN*

    A partir desta quarta-feira (10), o Ministério da Saúde irá oferecer novos medicamentos e insumos do programa Farmácia Popular de forma gratuita para toda a população.

    A medida, confirmada pela pasta, se deve à comemoração aos 20 anos de existência do programa. Remédios para o tratamento de colesterol alto, doença de Parkinson, glaucoma e rinite agora integram a lista de medicamentos que poderão ser retirados de forma gratuita.

    Antes, somente medicamentos indicados para pessoas com diabetes, hipertensão, asma, osteoporose e anticoncepcionais eram disponibilizados gratuitamente. Com isso, cerca de 3 milhões de brasileiros devem ser beneficiados.

    Atualmente, o projeto popular oferta à população 41 itens. Com a nova decisão do Governo Federal,  95% dos medicamentos e insumos serão concedidos de maneira gratuita aos cidadãos, o que equivale a 39 dos itens de saúde distribuídos. Além de medicações, fraldas e absorventes também já são ofertados à população pelo programa.

    Programa Farmácia Popular

    Criado pelo Governo Federal em 2004, o programa Farmácia Popular surgiu como meio de disponibilizar, de maneira acessível, medicamentos e outros insumos de saúde aos brasileiros.

    No ano passado, o programa foi relançado pelo presidente Lula para inclusão de novas gratuidades abrangendo medicamentos para osteoporose e anticoncepcionais. Em 2024, o programa também aderiu a distribuição de absorventes de forma gratuita para atender pessoas em situação de vulnerabilidade e estudantes da rede pública de ensino.

    Segundo a pasta da saúde, ao longo destes 20 anos de existência do programa, mais de 70 milhões de brasileiros foram beneficiados.

    Hoje, a iniciativa está presente em 85% das cidades do país e tem capacidade para atender 96% da população.

    *Sob supervisão de Bruno Laforé