Festa no Copacabana Palace com artistas famosos rende multa de R$ 15 mil

Em vídeos divulgados nas redes sociais é possível ver aglomerações e pessoas sem máscaras no local da festa; estabelecimento foi interditado para novas festas

Iuri Corsini, Ana Lícia e Marcela Monteiro, da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

Uma festa black tie realizada no Copacabana Palace, na noite de sexta-feira (14), gerou aglomeração e desrespeitos aos decretos vigentes na cidade do Rio — e rendeu uma multa de R$ 15.466,81 e a interdição por 10 dias para novas festas.

O evento, realizado em um dos salões do hotel, contou com a presença de cantores como Gusttavo Lima, Ludmila e Alexandre Pires, além de centenas de outros convidados que estiveram no local. Em vídeos que circulam nas redes sociais, é possível notar aglomerações e diversas pessoas sem máscara no evento.

Copacabana Palace
Foto: Wikimedia Commons

 

A Secretaria de Ordem Pública e a Vigilância Sanitária chegaram a fazer uma fiscalização na sexta-feira (14), mas informaram inicialmente que não foi detectada nenhuma infração durante a permanência dos agentes municipais. “Porém, neste sábado (15/05), após análise de imagens divulgadas pela imprensa e redes sociais, a Vigilância Sanitária constatou desobediência às medidas permanentes e variáveis de proteção à vida”, diz nota da secretaria.

“Nas referidas imagens foi constatada aglomeração generalizada em frente a apresentação musical caracterizando pista de dança, os convidados não usavam máscara facial e não respeitavam o distanciamento mínimo de 1,5 metro entre os participantes. Na entrada do estabelecimento, as imagens também evidenciaram aglomeração em fila de espera e acesso desordenado ao local”, prossegue a nota.

A infração foi avaliada como “gravíssima” pela Vigilância Sanitária, que aplicou a multa de R$ 15.466,81 e determinou a interdição do local para realização de festas pelo período de 10 dias a partir deste sábado.

Em resposta à CNN, o Copacabana Palace afirmou que “foram cumpridas todas as exigências e obrigações legais estabelecidas pelo decreto n° 48.845, publicado em 7 de maio de 2021 no Diário Oficial do Município”. Por meio de nota, o hotel também disse que o “comprometimento com as recomendações das autoridades é um pré-requisito para que os eventos aconteçam”.

“Adotamos um protocolo de prevenção e combate à Covid-19 de acordo com as regras vigentes, de modo que a saúde e segurança de hóspedes, funcionários e clientes são nossa maior prioridade”, finaliza a nota.

Show do cantor Gusttavo Lima em festa no hotel Copacabana Palace
Show do cantor Gusttavo Lima em festa no hotel Copacabana Palace
Foto: Reprodução

A CNN também entrou em contato com a Polícia Militar do Rio, que respondeu que não houve nenhuma denúncia em relação à festa de gala em um dos mais icônicos hotéis do país.

Tentamos contato com os artistas citados, porém, até o momento, nenhum deles respondeu às nossas solicitações. 

 

O decreto n° 48.845 mencionado pelo Copacabana Palace mantém a suspensão do funcionamento de boates, danceteria e salões de dança e, dentre outras coisas, estipula o distanciamento mínimo de 1,5 metro entre as pessoas – algo que pelas imagens nota-se que não aconteceu.

Atualmente, de acordo com o último balanço divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES-RJ), o estado fluminense tem 809.971 casos e 47.699 mortes confirmadas em decorrência da Covid-19.

 

Mais Recentes da CNN