Forte calor do Rio faz ovos cozinharem na caixa; entenda o fenômeno

Segundo físico da UFRJ, Daniel Amaro, ouvido pela CNN, embora raro, o fenômeno é possível e tem uma explicação científica

Foto: Reprodução

Beatriz Puente*, da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

Com temperatura de 40ºC e sensação térmica beirando os 50 ºC, uma situação inusitada aconteceu em uma lanchonete em Bangu, na Zona Oeste do Rio de Janeiro: ovos que estavam no depósito do estabelecimento cozinharam.

Segundo físico da UFRJ, Daniel Amaro, ouvido pela CNN, embora raro, o fenômeno é possível e tem uma explicação científica: a sensação térmica somada ao longo tempo de exposição ao calor fizeram o cozimento.

“Um ovo cozinha quando a água está em ebulição, com 100°C. Mas isso é com um período curto de tempo. Se você tem um tempo maior, como algumas horas, e a sensação térmica perto de 50°C pode sim ter cozinhado o ovo. É raro, mas é possível”, afirmou o físico.

O gerente da lanchonete, Leonardo Ramos, filmou o acontecimento. “Nunca vi nada parecido. Quando fomos retirar os ovos da caixa, eles estavam muitos quentes”, comentou.

O vídeo foi gravado na quarta-feira (27), o segundo dia mais quente do ano. Segundo o Alerta Rio, nesse dia, a temperatura chegou a 40,2°C e a sensação térmica a 45,2°C.

Esta sexta-feira (29) já superou o calor da última quarta e é o dia mais quente de 2021, atém momento, com 41,6°C. A cidade do Rio está há 14 dias sem chuva. 

(*Supervisão de Maria Mazzei)

Mais Recentes da CNN