Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Garimpeiros deixam território Yanomami “espontaneamente” em meio a operações na região

    Fotos e vídeos obtidos pela CNN registram a fuga de garimpeiros do território indígena

    Eduardo Hahonda CNN

    em Brasília

    Em meio a operações do Governo Federal com o intuito de impedir a prática do garimpo ilegal em território Yanomami, a ministra dos Povos Indígenas, Sônia Guajajara, afirmou que vários garimpeiros já estão deixando a região “sem precisar da força policial”.

    “Temos essa informação de que muitos garimpeiros estão saindo. É bom que saiam, assim a gente diminui a operação que vai ser feita. Se eles saem sem precisar da força policial, é melhor para todo mundo”, afirmou a ministra dos Povos Indígenas em entrevista realizada neste sábado (4).

    Fotos e vídeos obtidos pela CNN registram a fuga de garimpeiros do território indígena. Segundo o serviço de inteligência do governo do estado de Roraima, estes registros mostram “pessoas saindo espontaneamente de áreas consideradas de garimpo, localizadas na terra indígena Yanomami”.

    Ainda segundo o governo de Roraima, a lotação de barcos e canoas utilizados durante o êxodo dos garimpeiros chamou a atenção das autoridades estaduais, que contataram o Governo Federal para que auxiliasse no apoio à saída destes trabalhadores que optaram pela saída “espontânea e pacífica”.

    “Falei no início da tarde deste sábado (4) com os ministros Rui Costa e José Múcio sobre o que conseguimos apurar acerca da situação do garimpo em tempo real e propusemos ao Governo Federal que avalie uma forma de apoiar o Estado no recebimento e incentivo para esses trabalhadores [homens, mulheres e até crianças] que desejam sair de forma espontânea e pacífica, evitando qualquer tipo de confronto”, afirmou o governador de Roraima, Antônio Denarium.

    O ministro da Defesa, José Múcio, disse a Denarium que fará uma visita ao estado entre quarta (8) e quinta-feira (9), junto de uma comitiva que trabalhará para acelerar a solução da crise humanitária no estado.

    “Falei com o governador Denarium agora pouco, ouvi sua proposta de auxiliar os trabalhadores que estão saindo do garimpo de forma espontânea e informei a ele que iremos avaliar com muito carinho, pois o governo Lula não quer nenhum tipo de confronto, buscaremos o diálogo sempre como primeira opção”, frisou o ministro da defesa.

    O governo publicou, no Diário Oficial da União (DOU) da última quinta-feira (2), detalhes da Operação Escudo na Terra Indígena Yanomami, que trata do monitoramento de voos sob suspeita de práticas ilícitas. O texto especifica quais aviões serão considerados suspeitos e poderão ser interceptados.

    *Sob supervisão de Daniel Rittner