Governo destina R$ 2,5 milhões em assistência pelas chuvas no Nordeste

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Regional, primeira liberação de recursos vai contemplar dois municípios mais atingidos em Alagoas

Alagamento na Zona Oeste de Recife (PE), após fortes chuvas que castigam a capital pernambucana neste sábado (28)
Alagamento na Zona Oeste de Recife (PE), após fortes chuvas que castigam a capital pernambucana neste sábado (28) Foto: Marlon Costa/Futura Press/Estadão Conteúdo

Lucas Rochada CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

As fortes chuvas que atingem o litoral da região Nordeste nesta semana deixaram mortos, desabrigados e desalojados.

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Regional, serão liberados R$ 2,5 milhões em assistência às localidades afetadas pelas chuvas. Neste primeiro momento, os recursos serão destinados aos dois municípios mais impactados: Rio Largo e São Miguel dos Campos, no Alagoas.

Na sexta-feira (27), o ministro do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira, sobrevoou os municípios atingidos em Alagoas. Foi publicado o reconhecimento federal da situação de emergência de 13 municípios: Feliz Deserto, São Miguel dos Campos, Traipu, Maceió, Barra de São Miguel, Boca da Mata, Coité do Nóia, Coruripe, Roteiro, Rio Largo, Penedo, Santa Luzia do Norte e Marechal Deodoro.

De acordo com o ministério, a equipe permanecerá no local prestando auxílio na elaboração de planos de trabalho. Estão previstas novas liberações de recursos para os próximos dias.

Pernambuco

A Defesa Civil de Pernambuco disse, neste sábado (28), que ao menos 33 pessoas morreram por conta das chuvas na Região Metropolitana do Recife. Apenas nas últimas 24 horas, foram 28 mortes.

As Forças Armadas foram acionadas e estão a caminho para prestar apoio aos municípios, de acordo com o ministério. A pasta informou contar com cerca de R$ 1 bilhão para ações de socorro, assistência e restabelecimento de serviços essenciais eventualmente interrompidos, oriundos de duas medidas provisórias assinadas pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (PL).

De acordo com o ministério, os recursos também podem ser utilizados para reconstrução de infraestruturas públicas e casas eventualmente destruídas em razão das chuvas após a estiagem.

Com informações de Pedro Zanatta, Giulia Alecrim, Evelyne Lorenzetti e Léo Lopes, da CNN.

Mais Recentes da CNN