Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Governo federal lança novo modelo de passaporte; confira o que muda

    A partir de setembro deste ano, o documento será temático, com páginas ilustradas com ícones representativos dos biomas e da cultura brasileira; item também será atualizado com tecnologia antifraude

    Novo passaporte será "cartão de visitas do cidadão brasileiro para o mundo"
    Novo passaporte será "cartão de visitas do cidadão brasileiro para o mundo" Reprodução/Ministério da Justiça e Segurança Pública

    Júlia Vieirada CNN

    Em São Paulo

    Ouvir notícia

    O governo federal anunciou nesta segunda-feira (27) um novo modelo de passaporte. O intuito, segundo o Ministério da Justiça e Segurança Pública, é que o documento se torne um “cartão de visitas do cidadão brasileiro para o mundo”.

    Todas as páginas do passaporte serão ilustradas com ícones representativos dos biomas e da cultura de cada uma das cinco regiões do país.

    O novo modelo foi idealizado em uma parceria entre a Casa da Moeda, Polícia Federal e Ministério das Relações Exteriores, “levando-se em conta o que há de mais moderno no mundo em tecnologia antifraude”.

    De acordo com a ICAO (International Civil Aviation Organization), instituição da Organização das Nações Unidas (ONU) que padroniza os documentos de viagem, os passaportes devem ser atualizados a cada 10 anos. No Brasil, no entanto, os itens são os mesmos desde 2006.

    Emissão

    O Ministério da Justiça e Segurança Pública informa que não há alteração no procedimento para a emissão, que seguirá custando R$ 257,25. Novo modelo começa a ser emitido a partir de setembro deste ano. Até lá, quem precisar tirar passaporte poderá fazê-lo normalmente, garante a pasta.

    Nova Carteira de Identidade

    Também nesta segunda-feira, o presidente Jair Bolsonaro (PL) entregou as primeiras Carteiras de Identidade Nacional (CIN) emitidas pelos estados que participam do projeto-piloto. O novo RG contará com um QR Code que permitirá conferir a autenticidade do documento de forma rápida por qualquer cidadão.

    Mais Recentes da CNN