Governo troca presidente do CNPq, órgão de fomento à pesquisa no Brasil

Em portaria publicada no Diário Oficial da União, o pesquisador Evaldo Ferreira Vilela, com histórico de atuação na agronomia, foi nomeado para comandar o órgão

Evaldo Ferreira Vilela foi nomeado novo presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Evaldo Ferreira Vilela foi nomeado novo presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) Foto: Valter Campanato - 26.nov.2019/ ABr

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O governo federal exonerou o pesquisador em Engenharia Aeroespacial e Aeronáutica João Luiz Filgueiras de Azevedo do cargo de presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), conforme portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (17). Azevedo estava à frente do CNPq desde fevereiro de 2019.

Foi nomeado, para o lugar de Azevedo, o agrônomo e pesquisador Evaldo Ferreira Vilela, com histórico de atuação nas áreas de Agronomia, Entomologia, Feromônios e Comportamento de Insetos, Controle Biológico e Ecologia Química.

O CNPq faz parte da estrutura do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), comandado pelo ministro por Marcos Pontes.

As principais funções do órgão são fomentar a pesquisa científica, tecnológica e de inovação e promover a formação de pessoas para a pesquisa em todas as áreas do conhecimento.

Investimentos contra a COVID-19

Recentemente, o MCTIC anunciou investimento por meio do CNPq de R$ 30 milhões em projetos nas áreas de diagnósticos, vacinas, testes clínicos com pacientes, patogênese do vírus e outros temas relacionados ao combate ao COVID-19.

O edital para essa chamada pública na área de saúde tem também com R$ 20 milhões provenientes do Ministério da Saúde. (Com informações do Estadão Conteúdo)

Mais Recentes da CNN