Grande Rio chega a 100 vítimas de bala perdida no ano, aponta levantamento

Homens representam 58% dos casos, aponta estudo do Instituto Fogo Cruzado

Entre atingidos, 23 morreram e 77 ficaram feridos
Entre atingidos, 23 morreram e 77 ficaram feridos Foto: Steve Buissinn/Pixabay

Rayane Rochada CNN*

Ouvir notícia

A Região Metropolitana do Rio de Janeiro contabiliza 100 vítimas de balas perdidas só em 2021. O levantamento foi realizado pelo Instituto Fogo Cruzado, responsável por uma plataforma de monitoramento de violência armada. De acordo com as informações da entidade, a marca foi atingida no último sábado (16).

Ao todo, 23 pessoas morreram por disparos de armas de fogo esse ano e outras 77 ficaram feridas em situações em que não tinham nenhuma ligação com o confronto. O instituto estima que, mensalmente, 10 cidadãos foram alvo de projéteis nestas condições no período de janeiro a outubro deste ano.

O estudo mostra que os homens são as principais vítimas deste fenômeno e representam 58% dos casos. As mulheres, por sua vez, correspondem a 38%. Em 4% dos casos não foi possível identificar o gênero.

Na estatística, idosos também aparecem em destaque. Das 100 balas perdidas contabilizadas até o momento, 12 atingiram vítimas maiores de 60 anos. O mapeamento listou ainda cinco crianças e cinco adolescentes entre os alvejados.

Ao longo de todo o ano de 2020, o Fogo Cruzado registrou 123 pessoas alvejadas por balas perdidas na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Deste total, 26 pessoas morreram e 97 apresentaram ferimentos.

Desde junho de 2020, o Rio de Janeiro está sob efeito da decisão da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF 635), que suspende a realização de operações policiais em favelas durante a pandemia. Elas podem ocorrer apenas em casos excepcionais, com justificativa e comunicado apresentados ao Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ).

Locais com mais vítimas

A capital fluminense lidera o ranking do Fogo Cruzado, com 47 das 100 vítimas. Em seguida, São Gonçalo, segunda cidade mais populosa do estado, com cerca de 1,1 milhão de habitantes, também aparece em evidência e ocupa a segunda posição. No município, 43 pessoas foram atingidas por projéteis em 2021.

Niterói contabilizou quatro baleados e Belford Roxo dois. Já os municípios de Duque de Caxias, Maricá, Mesquita e Queimados tiveram uma vítima de bala perdida cada.

*Sob supervisão de Stéfano Salles

Mais Recentes da CNN