Inscrições para o Prouni começam nesta terça (22)

Estudantes têm até sexta (25) para se inscrever; nesta edição, participantes poderão usar as duas últimas notas do Enem

Inscrições para o Prouni 2022 devem ser feitas entre 22 e 25 de fevereiro
Inscrições para o Prouni 2022 devem ser feitas entre 22 e 25 de fevereiro LUIS LIMA JR/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Fábio Munhozda CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

As inscrições para o Programa Universidade para Todos (Prouni) 2022 serão abertas nesta terça-feira (22). Neste ano, os estudantes poderão usar as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2020 e de 2021 para participar do processo seletivo. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), o sistema irá considerar automaticamente a pontuação mais alta obtida.

As inscrições para o Prouni ficam abertas até sexta-feira (25) e devem ser feitas pela internet, por meio do Portal Único de Acesso ao Ensino Superior. O mesmo site deve ser utilizado para ingresso no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Segundo cronograma apresentado pelo ministério, após o fim das inscrições, será apresentado, no dia 2 de março, o resultado da primeira chamada. O período para comprovação das informações da primeira chamada ocorrerá entre os dias 3 e 14 de março.

A principal mudança do Prouni em 2022 é a possibilidade de o estudante usar as duas últimas notas do Enem para o processo seletivo. Até então, só era possível considerar a pontuação obtida no exame no ano anterior. A novidade foi oficializada na última sexta-feira (18) por meio de decreto publicado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL).

“Com a medida, estudantes que fizeram um dos dois últimos Enem (edições de 2021 e 2020) podem fazer suas inscrições para o Prouni. Já para aqueles que fizeram as duas edições do exame, o sistema de inscrição irá considerar, automaticamente, a edição na qual o candidato atingiu a nota mais alta”, afirmou o ministério, por meio de nota.

Criado em 2004, o Prouni oferece bolsas de estudo, integrais e parciais (50% do valor da mensalidade), em cursos de graduação e sequenciais de formação específica em instituições de educação superior privadas.

Para participar do programa, o candidato deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário-mínimo (o equivalente a R$ 1.818 em 2022) para obter a bolsa integral. Para a bolsa parcial, a renda mensal por pessoa tem de ser de até três mínimos (o equivalente a R$ 3.636 em 2022).

O MEC informa que, para participar do Prouni é preciso atender a pelo menos uma das seguintes ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou da rede privada (para quem estudou em escola pública ou com bolsa integral ou parcial em escola privada haverá prioridade para a pré-seleção das bolsas do Prouni).

“As demais condições que devem ser atendidas são: ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrar o quadro de pessoal permanente de instituição pública ou ser pessoa com deficiência. Para quem comprovar ser professor da rede pública não é aplicado o limite de renda exigido aos demais candidatos”, informa a pasta.

Mais Recentes da CNN