Justiça do RJ admite inocência de homem que ficou preso por quase um ano

Ângelo Gustavo Pereira Nobre foi detido após ter sido acusado injustamente de participar de um assalto

Amábyle Sandrida CNN

no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

Depois de passar quase um ano preso, a Justiça do Rio de Janeiro admitiu que Ângelo Gustavo Pereira Nobre é inocente. Ele foi detido em 2020 após ter sido acusado de participar de um assalto na zona sul da capital fluminense, o qual não cometeu.

O reconhecimento foi feito pela vítima do crime por uma rede social, baseado em fotos curtidas por Gustavo. De acordo com um relatório da Defensoria Pública do Rio de Janeiro, desde 2012 pelo menos 90 pessoas foram presas injustamente por esse método em todo o país.

Só no Rio, foram 73 casos. Além disso, 8 a cada 10 vítimas dos equívocos são pessoas negras.

Todas foram absolvidas depois que o erro foi reconhecido.

Mais Recentes da CNN