Lia Bock: O crime de filmar e divulgar vídeos de pessoas sem consentimento

No programa de hoje, ela falou que os jovens, tão antenados em questões de tecnologia, precisam aprender a lidar com esta

Da CNN

Ouvir notícia

No Manual do Mundo Moderno desta sexta-feira (11), na CNN Rádio, Lia Bock comentou o caso de um apresentador que divulgou um vídeo íntimo de uma mulher com quem ele estava saindo. Nessa quinta, a vítima veio a público e disse estar devastada com o ocorrido.

“Chamou bastante a atenção a cara dela, as palavras, a tristeza e o impacto que isso teve na vida dela”, disse Lia, ressaltando que a divulgação de fotos e vídeos íntimos sem o consentimento da pessoa é crime no Brasil, além de ser antiético.

Assista e leia também:
Lia Bock: O racismo no esporte não passa mais despercebido
Lia Bock: A retrospectiva do Google e os termos mais buscados no ano
Lia Bock: As festas, shows e aglomerações pelo país em meio à pandemia

Cartela Manual do Mundo Moderno (Rádio CNN)
Lia Bock comanda o Manual do Mundo Moderno na Rádio CNN
Foto: CNN Brasil

Ela falou que apenas a filmagem sem a pessoa saber já é uma espécie de violação, e que os jovens, tão antenados em questões de tecnologia, precisam aprender a lidar com esta.

“É muito delicado. Existem vários casos emblemáticos no Brasil e muita discussão sobre esse assunto”, afirmou ela. “A discussão sobre não fazer o filme sem consentimento tem que andar separada da postagem do vídeo sem consentimento, porque são duas coisas diferentes.”

Lia falou sobre os problemas que esse tipo de exposição causa na vida das mulheres. “A destruição é imensurável.”

Mais Recentes da CNN