Luciana Barreto está entre 100 pessoas negras mais influentes do mundo; veja lista

Outros 10 brasileiros entraram na lista. Prêmio é reconhecimento da ONU para personalidades de destaque em diferentes áreas de atuação.

Emylly Alvesda CNN*

Em São Paulo

Ouvir notícia

A âncora da CNN Luciana Barreto foi reconhecida como uma das 100 pessoas negras mais influentes do mundo em 2021 pela Organização das Nações Unidas (ONU), em lista divulgada nesta semana. A jornalista foi destaque na categoria mídia.

A seleção também inclui outros dez brasileiros em diversas categorias: Erika Hilton (política e governança), Gil do Vigor (mídia), Lázaro Ramos e Taís Araújo (TV & filme), Margareth Menezes (música), Christiane Silva Pinto (negócios e empreendedorismo), Ad Junior (mídia e cultura), Claudia Alves (mídia e cultura), Edu Lyra (humanitária, ativismo e religiosa), Viviane Ferreira (humanitária, ativismo e religiosa).

“É uma honra estar ao lado de todos vocês. Quantas vezes estamos exaustos do cotidiano imposto pelo racismo sistêmico e estrutural. A coletividade nos fortalece. Obrigada!”, comemorou a jornalista nas redes sociais.

O prêmio, que existe desde 2015, é um reconhecimento da Organização das Nações Unidas (ONU) para as personalidades que foram destaque em diversas áreas de atuação.

O Most Influential People of African Descent (Mipad) é uma iniciativa global da sociedade civil em apoio à Década Internacional de Afrodescendentes, proclamada pela ONU.

(*Sob supervisão de Giulia Alecrim)

Mais Recentes da CNN