Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mãe de Marília Mendonça repudia vazamento de fotos da filha no IML

    Fotos da cantora, falecida em novembro de 2021, foram compartilhadas pelas redes sociais e grupos de WhatsApp desde quinta-feira (13)

    Prefeitura de Caruaru

    Gabriel FernedaLéo Lopesda CNN em São Paulo

    A polícia de Minas Gerais investiga quem teve acesso ao laudo da necrópsia da cantora Marília Mendonça, cujas fotos foram vazadas e compartilhadas pelas redes sociais e grupos de WhatsApp desde esta quinta-feira (13).

    Ainda ontem, a família informou que a mãe de Marília, Dona Ruth, havia optado por não se manifestar sobre o assunto, “pedindo apenas que as pessoas tenham respeito e empatia, e entendam que há uma família que sofre toda vez que situações assim ocorrem”.

    No entanto, nesta sexta-feira (14), Dona Ruth publicou alguns stories no Instagram se pronunciando a respeito.

    “Não me pronunciei ontem por causa do Léozinho. Ele já entende alguma coisa que eu falo. Já entende quando acontece alguma coisa”, disse.

    Ela disse que a família está “chocada com tanta monstruosidade, mas também não se surpreende”. “O mundo não me surpreende mais. Esses monstros que fizeram isso não me surpreendem mais”, acrescentou.

    Dona Ruth pediu que “esses delinquentes paguem”. “São delinquentes que não respeitam a memória de uma pessoa que se foi, não respeitam a dor da família”, disse.

    “Para as pessoas que nos amam, me ajudam em oração, e estão vendo o legado que ela deixou, não compartilhem isso. Isso é crime”, concluiu a mãe da cantora.

    Estrela e referência do sertanejo, Marília Mendonça morreu em um acidente de avião em Caratinga, Minas Gerais, em novembro de 2021.