Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mais de 7 milhões emitiram nova identidade; saiba como tirar

    Carteira de Identidade Nacional unifica dados e pode substituir até cinco documentos

    Novo modelo da Carteira Nacional de Identidade (CIN)
    Novo modelo da Carteira Nacional de Identidade (CIN) Divulgação

    A Carteira de Identidade Nacional (CIN) já foi tirada por 7,3 milhões de brasileiros por todo o país. A nova identidade unifica dados dos cidadãos a partir do uso do Cadastro de Pessoa Física (CPF) como número único, substituindo o Registro Geral (RG) emitido pelos estados. 

    Segundo o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI), o novo documento ajudará a tornar o atendimento social mais ágil e facilitar a oferta de serviços públicos, como marcações de consulta no SUS, matrícula em escolas, programas de transferência de renda, entre outros.

    Além de unificar cadastros, a CIN poderá substituir quatro documentos: 

    • Carteira Nacional de Habilitação (CNH)
    • Carteira de Trabalho
    • Título de eleitor
    • Transtorno do espectro autista

    Esses documentos continuarão válidos, mas estarão relacionados ao CPF registrado na nova carteira de identidade e não serão necessários em atendimentos tanto no serviço público como no privado. 

    O prazo para que todos os brasileiros tenham a nova identidade é até 28 de fevereiro de 2032. 

    Como tirar a nova identidade

    O “novo RG” está disponível apenas para maiores de 16 anos. Além da idade, há outras exigências para conseguir o documento, como ter cadastro no portal gov.br e não ter pendências com a Receita Federal, além do número do CPF ser o mesmo registrado em outros documentos.

    A emissão da CIN continua cargo dos estados e do Distrito Federal (DF), assim como acontece com o RG.

    Hoje, a nova carteira de identidade é emitida em 23 estados e no DF, exclusivamente presencialmente. A primeira via da CIN é gratuita, mas é importante consultar quais documentos são necessários para a emissão e se há necessidade de agendamento em cada estado. 

    Os estados que estão emitindo a nova identidade são: Acre, Alagoas, Amazonas, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

    Amapá, Bahia e Roraima ainda não começaram a emitir a CIN.

    Novidades da Carteira de Identidade Nacional

    • O documento tem número único de identificação, o CPF irá substituir o RG;
    • A nova carteira tem um QR Code que permite verificar a autenticidade do documento e saber se foi furtado ou extraviado, por meio de qualquer smartphone;
    • Tem o mesmo código internacional usado em passaportes, o chamado MRZ. Assim, pode ser utilizada como documento de viagem mediante acordo entre países;
    • Pode ser emitida em papel, policarbonato (plástico) ou digital (pelo aplicativo GOV.BR);
    • É válida em todo o território nacional. Se o cidadão esquecer o documento em papel ou plástico, pode apresentar a versão digital no celular;
    • O documento tem validade de cinco anos para crianças de zero a 12 anos incompletos; de dez anos para pessoas de 12 a 60 anos incompletos; e indeterminada para quem tem mais de 60 anos