Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Médico é encontrado morto na sala da própria casa na Grande São Paulo

    Autor do crime confessou à Polícia Civil que motivação foi o roubo do veículo; o caso foi registrado como latrocínio, apreensão de veículo e associação criminosa

    Médico é encontrado morto na sala da própria casa na Grande São Paulo
    Médico é encontrado morto na sala da própria casa na Grande São Paulo Reprodução

    Duda CambraiaFelipe Souzada CNN

    O médico Aurélio Tadeu de Abreu, de 48 anos, foi morto em sua própria casa na Rua Agostinho César Bassoli, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. O corpo do médico foi encontrado na sala da casa com as mãos amarradas e com uma corda no pescoço. O crime aconteceu na noite de quinta-feira (18). O carro do médico também foi levado, um Fiat Stilo fabricado em 2011.

    As câmeras de segurança mostram a cronologia do caso. Às 20h28 uma mulher desce do banco de carona de um carro preto e vai em direção à casa do médico. Ela entra na residência cerca de um minuto depois. A placa do veículo está adulterada, de maneira que não confere com o registro do automóvel no Detran.

    Mulher saindo do banco de carona e chegando na residência
    Mulher entrando na casa do médico

    Às 20h45, Aurélio e a mulher saem da garagem andando. O médico retira o carro, o Fiat Stilo, e os dois deixam o local no veículo por volta de 20h47.

    Aurélio e a mulher deixam a casa juntos

    Às 21h07, o carro volta para a residência, com o médico e a mulher no veículo. Aurélio desce do carro, abre o portão da garagem e estaciona às 21h09.

    Aurélio e a mulher voltam para a casa minutos depois

    Às 21h23 as câmeras mostram dois homens chegando na residência do médico. Eles ficam na porta até pelo menos 21h30.

    Dois homens chegam na casa do médico

    Duas horas depois, às 23h13, um dos homens sai da casa a pé com a mulher. O outro homem saí da residência no carro do médico, leva cerca de um minuto para conseguir manobrar o veículo, bate no portão da garagem e deixa o local perto das 23h15.

    Um dos homens e a mulher deixam o local a pé
    O segundo homem deixa o local no carro do médico

    Um homem de 29 anos foi preso pela Polícia Militar na tarde de sexta-feira (19), ele foi localizado em casa e com o veículo roubado. O criminoso confessou o crime em depoimento. Com o suspeito, a PM apreendeu dois celulares, cinco pneus e algumas peças de roupas. A mulher também foi presa na noite de domingo (21). Diligências prosseguem para localizar o terceiro envolvido no crime.

    Os suspeitos foram encaminhados para a Delegacia de Investigações Criminais (DEIC) de São Bernardo do Campo, onde o caso foi registrado como latrocínio, localização/apreensão de veículo e associação criminosa.

    O médico Aurélio Tadeu de Abreu foi candidato a vereador da cidade de São Bernardo do Campo, em 2020, pelo Partido Verde, mas não se elegeu. Segundo o Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (CRM-SP), Aurélio não possui especialidade registrada.

    No Instagram, o médico se dizia “MED Clínico/ Cirurgias”. Ele publicava conteúdos relacionados a procedimentos estéticos, como o uso de toxina botulínica e lipocavitação para perda de gorduras.