Médicos alertam para sobrecarga no sistema de saúde do RJ após aglomerações

Atualmente, a taxa de ocupação nas Unidades de terapia intensiva (UTI) é de 55%

Lucas Janone e Paula Martini, da CNN, no Rio de Janeiro 

Ouvir notícia

 

Médicos do Rio de Janeiro alertaram, nesta segunda-feira (15), que as aglomerações flagradas pela CNN desde o início do carnaval podem sobrecarregar e gerar um colapso no sistema de saúde dos municípios fluminenses. Atualmente, a taxa de ocupação nas Unidades de terapia intensiva (UTI) é de 55%. 

O presidente do Sindicato dos Médicos do RJ (Sindmed), Alexandre Telles, afirmou que as aglomerações registradas na cidade vão “custar muito caro para a saúde pública”.  De acordo com ele, um grande aumento de casos de Covid-19 será percebido nos hospitais da rede estadual. 

“Nenhuma dessas festas seguem protocolos sanitários e isso vai custar muito caro para a cidade.  As regras de ouro estabelecidas pelo governo são ignoradas, e por isso nós vamos ver um aumento elevado de casos no estado”, disse o presidente 

Telles disse ainda que festas durante o carnaval podem ser propícias para a aparição de novas variantes do coronavírus. “Mesmo com a pandemia, turistas vem para o Rio e isso faz as mutações circularem. É um perigo”, alertou.

 

Fiscalização

Depois de a CNN flagrar uma embarcação lotada de foliões saindo da Marina da Glória no sábado de carnaval, uma ação da Guarda Marítima Municipal fiscalizou 40 barcos de grande e médio porte nesse domingo (14). 

Seis embarcações estavam prontas para sair da Marina da Glória, na Zona Sul do Rio, mas foram impedidos por não possuírem alvará para transporte de passageiros com remuneração ou por atividade turística — 42 passeios com festas foram cancelados, entre eles até uma festa de 15 anos. 

Os organizadores foram notificados por realizar eventos com aglomeração, segundo a prefeitura do Rio. Os agentes abordaram passageiros e condutores para orientá-los sobre o decreto que estabelece normas para o uso de áreas públicas e para o exercício de atividades econômicas.

 

No sábado (13), a câmera aérea dos estúdios da CNN registrou imagens de duas embarcações carregadas de pessoas partindo da Marina da Glória para o alto mar. Imagens registraram filas e aglomerações de pessoas com roupas de banho para entrar em uma escuna. Parte das pessoas estava fantasiada e, em uma das embarcações, a CNN contou pelo menos 50 ocupantes no barco.

A Guarda Municipal informou que a fiscalização no mar vai continuar sendo feita por agentes  do Subgrupamento de Operações em conjunto com a Capitania dos Portos.

Mais Recentes da CNN