Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Menino de 10 anos pula na piscina para salvar irmão mais novo de afogamento

    No Brasil, 59% das mortes de crianças entre 1 e 9 anos acontecem na piscina de casa

    Talita AmaralIsabela Filardida CNN

    Em São Paulo

    Um menino de 10 anos pulou na piscina para salvar seu irmão mais novo de um afogamento em Guaratinguetá, interior de São Paulo.

    O caso ocorreu na véspera do Natal (24) e o vídeo, captado pela câmera de segurança, que mostra o momento exato da queda, viralizou nas redes sociais. Só no TikTok, a publicação já alcançou mais de 16 milhões de visualizações e mais de um milhão de curtidas.

    As imagens mostram o garoto Gabriel pulando na piscina no momento em que vê o irmão Marcos, de três anos, sendo jogado por seu irmão gêmeo Matheus enquanto o trio brincava no entorno do local.

    Já na água, Gabriel leva Marcos à beira da piscina e o entrega a um adulto. A atitude e coragem do irmão mais velho chamam atenção e fizeram o vídeo viralizar na internet.

    O pai dos meninos, Rafael Cabral, foi quem compartilhou as imagens. Ele conta que a família passava a véspera de Natal na casa de um parente quando tudo aconteceu.

    Morador de Lorena, cidade vizinha, Rafael recorda que a ação foi muito rápida e, antes mesmo dos adultos conseguiram tomar alguma atitude, o garoto já havia pulado.

    Afogamentos no Brasil

    De acordo com a Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (Sobrasa-DataSUS), no Brasil, 59% das mortes de crianças entre 1 e 9 anos acontecem na piscina de casa.

    O país é o segundo no ranking mundial de piscinas, atrás apenas dos Estados Unidos. Os dados também revelam que a cada três dias, uma criança morre afogada em sua casa.

    As principais vítimas têm entre 1 e 4 anos, tornando o afogamento a segunda causa de morte nessa faixa etária. Pelo menos 45% dos óbitos acontecem no verão.