Mudança nas regras da Anvisa para receber vacinas e mais de 9 de fevereiro

As notícias mais importantes da noite desta terça-feira, 9 de fevereiro de 2021

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

A mudança nas regras da Anvisa para receber vacinas da Covax Facility, a declaração da OMS de que o coronavírus não saiu de um laboratório chinês e o início do julgamento do impeachment de Donald Trump são alguns dos destaques da manhã desta terça-feira, 9 de fevereiro de 2021.

Novas regras

A Anvisa dispensa registro e autorização emergencial para vacinas da Covax Facility. O Brasil deve receber 10,6 milhões de doses do imunizante de Oxford ainda no primeiro semestre de 2021 através do consórcio coordenado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Decisão

A maioria da segunda turma do Supremo Tribunal Federal (STF) validou a decisão de liberar para a defesa do ex-presidente Lula mensagens trocadas por integrantes da operação Lava Jato obtidas por um hacker.

Descartada

A Organização Mundial da Saúde descarta que o coronavírus tenha saído de um laboratório chinês. Cientistas também revelaram que não há provas de que a Covid-19 tenha surgido em Wuhan. Uma equipe da OMS está na China desde 14 de janeiro para investigar as origens da pandemia.

Investigação

A comissão dos Estados Unidos que investiga acidentes de aviação se reuniu para debater a queda do helicóptero que matou Kobe Bryant, a filha do astro do basquete e outras sete pessoas. De acordo com as autoridades, o piloto teria desrespeitado uma ordem para não entrar em nuvens.

Impeachment

O segundo julgamento do impeachment contra Donald Trump começou no Senado americano. O ex-presidente dos Estados Unidos é acusado do crime de insurreição por incentivar a invasão do Capitólio em 6 de janeiro. A expectativa é de que a decisão saia na semana que vem. Se condenado, Trump pode ficar inelegível.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em https://newsletter.cnnbrasil.com.br  

 

 

 

Mais Recentes da CNN