Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mudanças no ProUni, consumo de ultraprocessados por crianças e mais de 7 de dezembro

    5 Fatos Tarde, apresentado por Roberta Russo, repercute as principais notícias do Brasil e do mundo

    Fernanda Pinottida CNN

    Em São Paulo

    Mudanças no Programa Universidade Para Todos (ProUni), o consumo de alimentos ultraprocessados por crianças e a operação da Polícia Federal contra suspeita de corrupção nas gráficas responsáveis por imprimir o Enem estão entre os destaques do 5 Fatos da tarde de 7 de dezembro.

    Operação Bancarrota

    A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (7) a operação Bancarrota, contra suspeita de corrupção por parte de gráficas que imprimiram as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). No total, são cumpridos 41 mandados de busca e apreensão em São Paulo, Rio de Janeiro e no Distrito Federal.

    Má alimentação infantil

    Um estudo inédito coordenado por pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) mostra que 80% das crianças brasileiras de até 5 anos costumam consumir alimentos ultraprocessados, como biscoitos, farinha e refrigerantes.

    Mudanças no ProUni

    O presidente Jair Bolsonaro liberou o acesso ao Programa Universidade Para Todos (ProUni) para alunos que cursaram o ensino médio em colégios particulares. Até então, só podiam concorrer os alunos que tivessem passado os três anos do ensino médio em escolas da rede pública ou em colégios privados, desde que sem pagar as mensalidades.

    Biden e Putin

    O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, fará uma chamada com o presidente russo, Vladimir Putin, nesta terça-feira (7). A reunião deverá ter consequências para os dois líderes em meio à escalada das tensões entre a Rússia e a Ucrânia.

    Eles discutirão uma série de tópicos do relacionamento entre EUA e Rússia, incluindo estabilidade estratégica, questões cibernéticas e regionais.

    Combate à Ômicron

    A empresa chinesa Sinovac, responsável pela fabricação da vacina Coronavac, afirmou que uma versão atualizada do imunizante contra a variante Ômicron deve estar disponível em três meses. No Brasil, a vacina é produzida em parceria com o Instituto Butantan, em São Paulo.

    Newsletter

    Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br