Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mulher é presa por matar cunhada com óleo quente no Rio de Janeiro

    Natalia Barbosa Duarte, de 35 anos, estava foragida pelo crime ocorrido em 2016

    Presa por matar cunhada estava foragida por crime cometido em 2016
    Presa por matar cunhada estava foragida por crime cometido em 2016 Polícia Militar do Rio de Janeiro/Divulgação

    Isabelle Salemeda CNN

    Natalia Barbosa Duarte, de 35 anos, que estava foragida do Sistema Prisional, foi presa na tarde desta quinta-feira (30), em Belford Roxo, na Baixada Fluminense.

    Natalia foi condenada pelo assassinato da cunhada, Rita de Cassia de Oliveira Clementino, de 27 anos. Segundo a Delegacia de Atendimento Especial à Mulher (Deam), que atendeu o caso, o crime aconteceu em 2016.

    De acordo com as investigações, Natalia e o marido jogaram uma panela de óleo quente e água fervendo na vítima, que chegou a ficar internada por dois meses antes de morrer.

    Os suspeitos foram presos em setembro de 2016, por homicídio qualificado. Natalia foi condenada a uma pena de cinco anos de reclusão. Ela tinha direito ao benefício de Visita Periódica ao Lar (VPL). A detenta saiu e não retornou ao presídio para cumprir o restante da pena.

    Nesta quinta, a Polícia Militar chegou até Natalia depois de informações repassadas pelo Disque Denúncia. A mulher não resistiu a prisão. Ela foi encaminhada a uma unidade prisional da Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP).