Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Nina Silva: Brasil precisa de políticas públicas para combater a dor da fome

    Estudo aponta que país soma mais 14 milhões de brasileiros em insegurança alimentar em 2022, com total de 33 milhões sem ter o que comer

    Fabrizio Neitzkeda CNN Em São Paulo

    Especialista CNN em tecnologia, empreendedorismo e diversidade, Nina Silva, comentou, nesta sexta-feira (10), sobre os dados da fome no Brasil, com pelo menos 14 milhões de brasileiros a mais em insegurança alimentar grave em 2022, de acordo com o 2º Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19.

    Nina Silva destacou as questões racial e de gênero em meio a desigualdade no país, considerando que, entre os 10% mais pobres da população brasileira, 75% são negros.

    O número de mulheres à frente de negócios, que fechou 2021 em 10,1 milhões, também está em baixa, sendo menor que a marca pré-pandemia, conforme indica a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua).

    “O grande desafio é entender como os detentores dos meios de produção da antiga e nova economia são herdeiros de um sistema de privilégios”, disse, defendendo a aprovação de políticas públicas de renda emergencial, renda básica universal e inclusão produtiva.

    “Só assim para combatermos a dor da fome e o buraco da miséria em nossa sociedade de maneira estrutural.”

    Veja mais no vídeo acima.