Pescador sofre primeiro acidente com espécie de peixe venenoso no Brasil

Peixe-leão é uma espécie considerada invasora no Brasil e seu veneno pode causar febre e convulsões

Peixe-leão é considerado uma espécie invasora no Brasil
Peixe-leão é considerado uma espécie invasora no Brasil Reprodução

Carolina Ferrazda CNN*

Em São Paulo

Ouvir notícia

No último sábado (23), um pescador foi atacado por um peixe-leão ao acessar a praia de Bitupitá (CE). O animal, além de ameaçar outras 29 espécies de peixes brasileiros, também é perigoso para banhistas, por se tratar de um tipo venenoso que encurrala a presa com espinhos.

É a primeira vez que ocorre um incidente do tipo em um ambiente natural no Brasil. O pescador foi teve um dos pés perfurados ao entrar em uma área chamada de curral de pesca, local mais propício para a aparição do peixe-leão, que geralmente se encontra em águas rasas. Ele teve febre, convulsões e duas paradas cardíacas, e foi encaminhado para o hospital de Camocim.

De acordo com o professor e pesquisador do Labomar – um dos laboratórios de pesquisas da Universidade Federal do Ceará (UFC) –, Marcelo Soares, responsável pela captura dos peixes, o espinho pode ficar na pele humana e deve ser removido. Apesar do veneno, casos de morte são raros.

A espécie foi encontrada em dois municípios do Ceará, Itarema e Bitupitá. Foram achados 30 peixes-leão entre Itarema e o extremo oeste do Piauí. A primeira captura do animal marinho foi noticiada pela CNN, quando apenas nove haviam sido retidos.

Nativos da região Indo-Pacífica, eles vivem próximos a recifes de corais, tendem a viver até 15 anos e podem pesar por volta de 200 gramas.

Os peixes-leão são motivo de preocupação para biólogos, que temem que a fauna brasileira enfrente problemas como os vistos na região do Caribe. Lá, ele reproduziu-se em larga escala e dizimou espécies locais. Isso ocorre pois ele é uma espécie invasora, ou seja, que não pertence àquele habitat, e portanto, não possui predador natural na região.

(*Sob supervisão de Giulia Alecrim)

Mais Recentes da CNN