Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    PF é acionada para investigar ameaça de bomba no Aeroporto Internacional de Brasília

    Operações no terminal não foram afetadas, segundo a Inframerica

    O local foi isolado e o esquadrão antibomba chamado.
    O local foi isolado e o esquadrão antibomba chamado. Reprodução

    Marina DemoriMariana Albuquerqueda CNN em Brasília

    O Grupo Antibomba da Polícia Federal foi acionado na tarde desta quarta-feira (11) para averiguar um objeto não identificado encontrado por funcionários, na prateleira de uma farmácia, no saguão do Aeroporto Internacional de Brasília. Inicialmente houve a suspeita de que o objeto pudesse se tratar de um explosivo.

    Os atendentes do estabeleceram relataram à CNN que se assustaram ao perceber o objeto, parecido com uma bateria e com fios aparentes. Eles deixaram o local, e acionaram a segurança do aeroporto.

    A administração isolou a área, que fica próxima ao desembarque doméstico, até a chegada dos agentes da Polícia Federal.

    O objeto foi retirado por agentes que usaram equipamento de proteção, e levado para a área externa do aeroporto, onde foi examinado, e constatado que não se tratava de explosivo.

    Em nota, a Inframerica, concessionária que administra o aeroporto, informou que as operações aéreas ocorreram normalmente e que o episódio não gerou impacto nos vôos.

    A Polícia Federal, procurada pela CNN, explicou que “irá apurar a autoria, bem como todas as circunstâncias relativas ao caso”.

    Grupo Antibomba da Polícia Federal no Aeroporto Internacional de Brasília / Marina Demori/CNN

    Veja também: Torre Eiffel fecha por duas horas após ameaça de bomba