Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Polícia Federal realiza operação em São Paulo contra o tráfico de drogas

    Agentes cumprem 5 mandados de busca e apreensão e 4 de prisão temporária nas cidades de São Paulo, Barueri, Mairiporã e no Rio de Janeiro

    Operação da PF em São Paulo contra o tráfico de drogas
    Operação da PF em São Paulo contra o tráfico de drogas Divulgação/PF (30.ago.2021)

    Murillo Ferrarida CNN

    São Paulo

    Uma operação da Polícia Federal (PF) em São Paulo, nesta segunda-feira (30), com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público, tem como objetivo desarticular uma associação criminosa envolvida com o tráfico de drogas.

    Ao todo, são cumpridos 21 mandados judiciais, sendo 5 mandados de busca e apreensão (2 na cidade de São Paulo, 1 em Barueri, 1 em Mairiporã e 1 no Rio de Janeiro), 4 de prisão temporária e 12 de constrição de bens e direitos na Operação Arremedo – referência à reprodução ilegal do automóvel dos Correios usado pelo grupo.

    Doze pessoas, entre físicas e jurídicas, tiveram os sigilos bancário e fiscal afastados por ordem da 1.ª Vara de Crimes Tributários, Organização Criminosa e Lavagem e Bens e Valores de São Paulo.

    De acordo com informações da PF, informações preliminares apontam o envolvimento de uma empresa em movimentações atípicas de mais de R$ 63 milhões, motivo pelo qual foi determinado o bloqueio dos ativos financeiros dos investigados, com limite de R$7 milhões para cada uma das pessoas jurídicas e R$ 3,5 milhões para cada um dos demais investigados.

    “A investigação começou a partir da suspeita de que uma célula da associação criminosa, responsável pelo transporte, utilizava um automóvel falsamente identificado como se fosse dos Correios para movimentar drogas”, informou a PF, em nota.

    “No curso da apuração, dois investigados foram presos na posse de aproximadamente 140 quilos de cocaína. Por meio da análise de diversas informações, inclusive relatórios do [Conselho de Controle de Atividades Financeiras] Coaf, foi possível identificar o suspeito fornecedor desse entorpecente, também responsável pelo uso de duas empresas para lavagem.”

    Os investigados poderão ser indiciados pela prática dos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e de lavagem de dinheiro, com penas que podem chegar a 15 aos.

    (Com informações de Vianey Bentes, da CNN, Brasília)