Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Polícia indicia dois suspeitos de matar e ocultar corpo de Jeff Machado

    Um dos suspeitos é Bruno Rodrigues, produtor artístico e amigo do ator

    Ator Jeff Machado
    Ator Jeff Machado Reprodução/Instagram

    Cleber Rodriguesda CNN

    no Rio de Janeiro

    A Delegacia de Descoberta de Paradeiros do Rio de Janeiro (DDPA) indiciou duas pessoas suspeitas de matar e ocultar o corpo do ator Jeff Machado, em janeiro deste ano.

    Um dos suspeitos é Bruno Rodrigues, produtor artístico e amigo do ator. Segundo as investigações, Bruno sublocou o imóvel onde o corpo foi encontrado e chegou a movimentar cerca de R$ 5 mil na conta de Jeff Machado após o registro do desaparecimento na delegacia.

    Além de Bruno, a polícia indiciou Jeander Vinicius da Silva, que também era próximo da vítima. Durante depoimento, Jeander confessou que ocultou o corpo do ator, mas negou o assassinato.

    De acordo com as investigações, Bruno e Jeander tinham como objetivo obter vantagens econômicas da vítima, como a venda do imóvel e do carro.

    As investigações continuam e a polícia não descarta que Jeff Machado tenha sido vítima de uma emboscada, após uma falsa promessa de emprego em uma emissora de TV.

    Bruno e Jeander foram indiciados por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver. A Polícia Civil também pediu a prisão de ambos. O inquérito foi encaminhado para o Ministério Público do Rio. A CNN já pediu um posicionamento para o órgão e aguarda uma resposta.

    Nesta quinta-feira (1º), em uma coletiva de imprensa, os advogados João Maia e Pedro Moutinho, que representam Bruno Rodrigues, afirmaram que a defesa colabora com as investigações da polícia e que foi Bruno quem indicou onde o corpo do ator estava escondido.

    Segundo os advogados, Bruno, Jeander Vinícius e uma terceira pessoa, chamada Marcelo, teriam ido à casa do ator, no dia 23 de janeiro, para gravar um vídeo íntimo. Após a gravação, Bruno teria saído do quarto e, quando retornou, encontrou Jeff morto.

    Polícia indicia dois suspeitos de matar e ocultar corpo de Jeff Machado
    Polícia indicia dois suspeitos de matar e ocultar corpo de Jeff Machado / Cleber Rodrigues/CNN

    Segundo a defesa, o ator foi morto por Marcelo e depois o corpo foi colocado em um baú e transportado no carro da vítima até a casa em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio.

    Segundo os advogados, Marcelo seria envolvido com a milícia e teria feito diversas ameaças a Bruno.

    Sobre o valor movimentado na conta de Jeff Machado, o advogado afirma que o dinheiro foi usado para comprar rações para os cães do ator.

    Para a Delegacia de Descoberta de Paradeiros, o envolvimento de uma terceira pessoa no crime foi inventado por Bruno e Jeander para livrar os dois da acusação de assassinato.

    A defesa da família de Jeff Machado disse que a inclusão de uma terceira pessoa no crime, algo que foi “refutado” pela polícia, é uma “tentativa frustrada de Bruno de sair do crime de homicídio”.

    O Ministério Público do Rio de Janeiro, através de nota, informou que “recebeu o Inquérito Policial referente ao assassinato de Jeff Machado” e que a “3ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal Especializada do Núcleo Rio de Janeiro analisará atentamente os fatos e as provas do caso para a adoção das medidas cabíveis, na maior brevidade possível”.

    A CNN não localizou a defesa de Jeander Vinicius.

    O caso

    O ator Jeff Machado, de 44 anos, foi encontrado morto e enterrado em um baú sob dois metros de concreto, no quintal de uma casa em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio, na segunda-feira (22). Ele estava com os braços amarrados acima da cabeça e ferimentos no pescoço.

    Ele estava desaparecido desde janeiro. À época, interpretava um soldado filisteu na novela Reis, exibida desde março de 2022 na Record TV.