Prefeitura do Rio anuncia vacinação em massa no Complexo da Maré até fim do mês 

Atualmente, área tem mais mortes por Covid-19 que mais da metade dos municípios do Rio 

Iuri Corsini e Bruna Carvalho, da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

O Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio de Janeiro, receberá uma campanha de vacinação em massa contra a Covid-19 entre os dias 29 e 31 deste mês, em iniciativa semelhante à que foi realizada em junho, na Ilha de Paquetá, na Baía de Guanabara. O anúncio foi feito pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e tem como público-alvo a população a partir de 18 anos. 

De acordo com o município, o objetivo é imunizar cerca de 31 mil pessoas nesses três dias de campanha. Para isto, será empregado um efetivo de mil profissionais envolvidos na ação, que ocorrerá em cinco unidades de saúde e em escolas públicas locais. A iniciativa é embasada em uma pesquisa da Fiocruz, como explica o secretário municipal de Saúde Daniel Soranz. 

“Essa é uma pesquisa da Fiocruz. O Fernando Bozza é o pesquisador responsável, o pesquisador principal. Ela tem uma articulação com a Redes da Maré e com outras organizações não-governamentais e associações de moradores. É um grande desafio. A gente espera que, com essa força-tarefa, a Maré possa ser um grande case para avaliação da efetividade da vacina”, disse o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz.

A Fiocruz, no entanto, informou que a iniciativa ainda está em discussão e não confirmou a vacinação em massa divulgada pela prefeitura. Segundo a fundação, aconteceu uma reunião com representantes da SMS na tarde de quinta-feira (15), para tratar do assunto (15), “para avançar na formulação de um projeto de pesquisa sobre a efetividade da vacina produzida pela instituição na Maré”. 

De acordo com o último Boletim Conexão Saúde, produzido pela Fiocruz, em parceria com organizações comunitárias, a Maré conta com cerca de 26,2% da população imunizada com a primeira dose e aproximadamente 6,5% com a segunda. Já foram aplicadas no complexo ao menos 46.406 doses até o dia 28 de junho. No local, moram cerca de 150 mil pessoas. Se fosse um município, seria o 24º com o maior número de habitantes, dentre as 92 cidades do estado.

O boletim também informou que a comunidade segue a tendência atual da pandemia no estado. Diminuição de mortes por Covid-19 e aumento de novos casos. Ainda segundo a publicação, a Maré teve, em junho, um aumento de cerca de 90% dos novos casos, em relação ao mês anterior. 

Segundo o documento, de 1º de julho, a Maré tinha 5.846 casos de Covid-19 e 286 mortes em decorrência da doença. Isso significa que o complexo tem mais mortes do que mais da metade dos 92 municípios do estado do Rio de Janeiro. São ao menos 50 cidades do estado que tiveram menos mortes do que as ocorridas no complexo, em decorrência da Covid-19.

Complexo da Maré
Menino de 11 anos foi baleado no Complexo da Maré, conjunto de favelas no RJ; o atirador é outro menor de idade, ainda não localizado
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

 

Mais Recentes da CNN