Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    PRF resgata mãe e bebê com helicóptero em cidade afetada por ciclone no RS; veja vídeos

    Região do Vale do Taquari, no Rio Grande do Sul, tem uma série de pessoas abrigadas nos telhados das casas para se proteger da enchente

    Bruno LaforéLéo Lopesda CNN

    em São Paulo

    A Polícia Rodoviária Federal (PRF) resgatou, na manhã desta terça-feira (5), uma mãe e seu bebê no telhado de uma casa em um município afetado pelas chuvas provocadas por um ciclone extratropical a região Sul. Veja os vídeos abaixo.

    Ao menos cinco pessoas morreram no Rio Grande do Sul e Santa Catarina pelas fortes chuvas.

    Os vídeos do resgate desta terça divulgados pela PRF mostram uma região afetada pela cheia do rio Taquari, na região do estado conhecida como Vale do Taquari, no município de Roca Sales.

    Veja também: Sobe para 5 o número de mortos em passagem de ciclone na região Sul

    “Na manhã desta terça-feira (5), a Polícia Rodoviária Federal iniciou os trabalhos de resgate dos atingidos pela cheia do Rio Taquari. O trabalho está concentrado nos municípios de Roca Sales, Muçum e Encantado. Nestas áreas existe uma série de pessoas que estão abrigadas nos telhados das casas para se proteger da enchente”, informou a PRF em nota.

    “Durante a operação os policiais rodoviários federais resgataram um bebê e uma senhora que estavam nos telhados das suas casas aguardando socorro. As ações aconteceram no município de Roca Sales”, completou.

    Passagem de ciclone deixa cinco mortos no Sul

    Na manhã desta terça, subiu para cinco o número de mortes causadas pelas fortes chuvas motivadas pela passagem de um ciclone extratropical pela região Sul do Brasil.

    O Corpo de Bombeiros de SC informou à CNN que a equipe da guarnição da cidade de São Lourenço do Oeste foi acionada para atender uma ocorrência de uma árvore de eucalipto que caiu sobre um veículo e matou o condutor. A vítima era um homem adulto, que estava sozinho no carro quando os bombeiros chegaram ao local.

    Em Mato Castelhano, uma pessoa morreu ao tentar atravessar uma área inundada pelo transbordamento de um rio, e foi levada pela correnteza.

    Em Passo Fundo, um homem morreu eletrocutado no bairro Cruzeiro. Cerca de 20 residências da cidade tiveram o telhado danificado pela chuva com granizo.

    Em Ibiraiaras, duas pessoas morreram após ficarem presas dentro de um veículo ao tentarem atravessar área de transbordamento de um rio e serem levadas pela correnteza.

    Ciclone se afasta do Sul

    O ciclone extratropical que atingiu a região Sul nos últimos dias se afastou, mas a passagem da frente fria associada a ele provoca uma queda acentuada na temperatura na região Sul nesta terça-feira (5), aponta a Climatempo.

    Em entrevista à CNN, a meteorologista da Climatempo Maria Clara Sassaki contou que algumas cidades do Rio Grande do Sul registraram, apenas nessa primeira semana, toda a chuva prevista para o mês de setembro.

    “Essa grande quantidade de chuva mantém o alerta ao longo dos próximos dias, mesmo que o tempo esteja mais firme, porque a água demora ainda para escoar. Os rios acabam extravasando, provocando novas enchentes, novos deslizamentos”, explicou.

    A especialista também adiantou que, com o afastamento do ciclone, o tempo firme volta a predominar no Sul e abre espaço para que o ar polar derrube mais ainda as temperaturas na região. Na região da fronteira com o Uruguai e na Campanha Gaúcha, o risco de geada é acentuado.

    “Ao longo do dia, o tempo firme vai voltando para o Rio Grande do Sul e o ar polar toma conta da região Sul do país. Agora a gente tem um risco de geada, com temperaturas muito baixas no decorrer dos próximos dias no Sul do país”, relatou.

    Veja também: Ciclone extratropical chega à região Sudeste