Projeto quer renomear Ponte Rio-Niterói, de Costa e Silva para Paulo Gustavo

Iniciativa foi protocolada nesta quarta-feira e pretende retirar homenagem a ex-presidente do regime militar

Stéfano Salles, da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

Com cerca de 14 quilômetros de extensão, a Ponte Rio-Niterói pode mudar de nome em breve. Na noite desta quarta-feira (5), um projeto de lei foi protocolado na Câmara dos Deputados, em Brasília, pedindo que a via que liga a Cidade Sorriso à capital do estado seja rebatizada para Ponte Ator Paulo Gustavo. 

O projeto é de autoria do deputado federal Chico D’Angelo (PDT-RJ), médico com base política em Niterói, cidade onde nasceu e cresceu o ator e humorista, morto nesta terça-feira (4), vítima de sequelas de Covid-19, aos 42 anos. Paulo Gustavo estava internado havia 50 dias em um hospital particular da Zona Sul do Rio de Janeiro.

Inaugurada em 1974, a Ponte Rio-Niterói tem como nome oficial Ponte Presidente Costa e Silva. O batismo com nome de um militar que presidiu o país entre 1967 e 1969, durante a ditadura é, historicamente, motivo de críticas e de tentativas de mudanças que, até o momento, nunca prosperaram. 

Em sua justificativa, Chico D’Angelo lembrou os episódios. “Em outras legislaturas, parlamentares proporam (sic) alteração no nome da Ponte Rio-Niterói, e até o Ministério Público Federal já propôs ação para a alteração, negada pela Justiça Federal do Rio de Janeiro, que justificou que a mudança não poderia ser feita por medida jurídica e sim pela sociedade através do Legislativo”, diz o projeto.

Ponte Rio-Niterói
Ponte Rio-Niterói
Foto: Governo Federal

O documento faz ainda referência ao terceiro Plano Nacional de Direitos Humanos (PNDH-3), que “prevê que não sejam mais homenageados, a partir do batismo de logradouros públicos com seus respectivos nomes, indivíduos que tenham cometido crimes e perpetrado violações dos direitos humanos no período da Ditadura Civil-Militar de 1964-1985”. O projeto também cita recomendação semelhante feita pela Comissão Nacional da Verdade.

Nesta quarta-feira, outras homenagens foram anunciadas. A Prefeitura de Niterói realiza uma consulta on-line para avaliar se os moradores aprovam a mudança de uma das principais vias de Icaraí, bairro nobre onde morou o artista, de Coronel Moreira César, para Ator Paulo Gustavo. Do mesmo partido de Chico D’Angelo, o prefeito Axel Grael (PDT) determinou luto oficial de três dias no município. 

Na Câmara do Rio de Janeiro, o vereador Rafael Aloísio Freitas (Cidadania) apresentou um projeto pedindo que o teatro do Centro Cultural João Nogueira – Imperator, no Méier, Zona Norte, receba o nome do ator e humorista.

Mais Recentes da CNN