Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Reaplicação do Enem começa neste domingo (9)

    Portões serão abertos às 12h (de Brasília) e fechados às 13h; na mesma data, também terá início o exame para presos

    Linguagens, redação e ciências humanas serão as primeiras provas aplicadas
    Linguagens, redação e ciências humanas serão as primeiras provas aplicadas LUIS LIMA JR/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

    Douglas Portoda CNN

    em São Paulo

    Ouvir notícia

    A reaplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começa neste domingo (9) com a realização das provas de linguagens, redação e ciências humanas.

    Para saber o local de aplicação do exame, o estudante deve consultar o cartão de confirmação de inscrição disponível na página oficial do Enem. Os portões serão abertos às 12h (de Brasília) e fechados às 13h. A prova irá começar às 13h30 e terminar às 19h.

    Podem participar da reaplicação os estudantes que não conseguiram fazê-la anteriormente por problemas logísticos. Um exemplo são os moradores do Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo (RJ), que não puderam realizar as provas após uma operação policial que deixou nove mortos.

    Também estão incluídos pessoas que na época atestaram medicamente algum quadro infeccioso, como da Covid-19. E ainda os isentos do pagamento de taxa no Enem de 2020 que faltaram na aplicação à época. Pelo edital do exame, o público referido só poderia ter uma nova isenção se comprovasse a falta.

    Entretanto, o Supremo Tribunal Federal (STF) assegurou que os faltantes tivessem direito de realizar a prova de 2021 sem custos, mesmo que não houvesse a justificativa.

    O Enem PPL, para pessoas privadas de liberdade ou sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade, será aplicado na mesma data. Serão 54.231 participantes em unidades prisionais e socioeducativas nos 26 estados e no Distrito Federal.

    As provas de matemática e ciências da natureza serão realizadas no próximo domingo, 16 de janeiro.

     

    Mais Recentes da CNN