Recorde de casos de Covid, capitalização da Eletrobras e mais de 4 de fevereiro

Confira o '5 Fatos Manhã', com as principais notícias do dia

Fabrizio Neitzkeda CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

O novo recorde diário de casos por Covid-19 no Brasil, com quase 300 mil novos infectados, e a fala do ministro de Minas e Energia prometendo a capitalização da Eletrobras ainda este ano estão entre os destaques do 5 Fatos da manhã de 4 de fevereiro de 2022.

Recorde de casos

O Brasil bateu recorde de novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, com 298.408 confirmados, levando a média móvel para 189.526 – o maior patamar da história. O país já ultrapassou a marca de 26 milhões de infecções desde o início da pandemia, em março de 2020. Também nas últimas 24 horas, 1041 pessoas morreram vítimas da doença, com a média de 702 óbitos por dia. Os dados são do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

PEC dos Combustíveis

Duas propostas de emenda à Constituição foram apresentadas no Congresso para tentar frear o preço dos combustíveis. Segundo o analista da CNN Caio Junqueira, porém, o texto levado à Câmara, do deputado Christino Áureo (PP-RJ), pode trazer atritos entre o “centrão” e o governo por não ter aval do ministro da Economia, Paulo Guedes, e pode gerar perdas de receita em até R$ 50 bilhões.

Rodízio em São Paulo

O rodízio de carros segue suspenso na cidade de São Paulo nesta sexta-feira (4), mesmo após a pista central da Marginal Tietê, na zona norte da capital, ter sido liberada para circulação. Equipes continuam trabalhando no local para tentar fechar a cratera que se abriu esta semana, após um acidente nas obras da Linha 6 – Laranja do metrô. Na via local, o trânsito continua interditado, sem previsão de liberação.

Capitalização da Eletrobras

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, confirmou a intenção do governo federal de capitalizar a Eletrobras ainda em 2022. Em um evento organizado ontem, o chefe da pasta afirmou buscar reunir recursos e investimentos para modernizar o setor elétrico do país.

Tensão entre Rússia e EUA

Os Estados Unidos alegaram que a Rússia tem se preparado para “fabricar um pretexto para invadir” a Ucrânia, com a produção de um vídeo de ataque falso. Cerca de 100 mil soldados russos foram posicionados próximos à fronteira entre os países. Já Washington anunciou nesta semana a aprovação para o envio de mais militares para o Leste Europeu.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

Mais Recentes da CNN