Retomada dos trabalhos no Congresso, caso Moïse e mais da noite de 2 de fevereiro

5 Fatos Noite, apresentado por Carol Nogueira, repercute as principais notícias do Brasil e do mundo

Raphael Buenoda CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

A retomada dos trabalhos no Congresso Nacional e a repercussão do caso Moïse, jovem congolês assassinado no Rio de Janeiro, estão entre os destaques da noite desta quarta-feira, 2 de fevereiro de 2022.

STF envia à PGR relatório sobre vazamento de dados

O Supremo Tribunal Federal (STF) enviou à Procuradoria-Geral da República (PGR) o relatório da Polícia Federal que aponta que houve crime de vazamento de dados sigilosos por parte do presidente Jair Bolsonaro (PL). O ministro Alexandre de Moraes deu um prazo de 15 dias para a PGR se manifestar sobre a ausência do presidente no depoimento.

Congresso Nacional retoma trabalhos após recesso

O Congresso Nacional retomou os trabalhos. O início do ano legislativo foi marcado por uma cerimônia que contou com a presença do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, e do presidente da República, Jair Bolsonaro (PL).

Fiocruz aponta alta nos casos de síndrome respiratória

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) apontou um crescimento dos casos de síndrome respiratória em 23 estados do país. Segundo o boletim Infogripe, quase 80% dos casos diagnosticados são de Covid-19.

Trabalho de contenção de cratera na Marginal Tietê deve durar 10 dias

A cratera aberta na Marginal Tietê em São Paulo foi preenchida com rochas e concreto, para evitar novos desmoronamentos. O processo de sucção da água de esgoto também foi iniciado. O trânsito local continua interditado. A empresa que cuida das obras do Metrô disse que a pista central da marginal deve ser liberada até o dia 11.

Caso Moïse: Coalizão Negra fará denuncia à ONU

A Coalizão Negra, coletivo que representa entidades negras, vai apresentar uma denúncia ao comitê da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre a morte de Moïse Kabagambe no Rio de Janeiro. A polícia ouviu os familiares do congolês. Três agressores foram presos.

Nas redes

Nas redes sociais: destaque para a prova de vida do INSS, que deixa de ser presencial e terá maior fiscalização

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

Mais Recentes da CNN