São Paulo antecipa a vacinação de idosos de 69 a 71 anos para sexta-feira (26)

Campanha de vacinação deste grupo estava prevista inicialmente para ocorrer no dia 27 de março

Idoso é vacinado contra Covid-19 em Nova Granada (SP), em 2 de março
Idoso é vacinado contra Covid-19 em Nova Granada (SP), em 2 de março Foto: Prefeitura de Nova Granada (SP)/Divulgação

Weslley Galzo, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta quarta-feira (24) a antecipação em um dia da campanha de vacinação dos idosos de 69 a 71 anos para a sexta-feira (26). A data prevista inicialmente para a imunização deste grupo etário era sábado (27).

Cerca de 910 mil idosos deverão ser imunizados nesta nova etapa do Programa Estadual de Imunização (PEI).

A coordenadora de Controle de Doenças da Secretaria Estadual de Saúde, Regiane de Paula, reiterou a importância da vacina Cornavac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac e produzida no Brasil pelo Instituto Butantan, no avanço da campanha de vacinação. Na manhã desta quarta-feira, o Butantan entregou 2,2 milhões de vacinas ao Ministério da Saúde.

“Hoje, a vacina do Butantan faz com que o Programa Nacional de Imunização (PNI) e o Programa Estadual de Imunização (PEI) estejam em pé”, afirmou Regiane de Paula.

O governo do estado também anunciou o início da vacinação de agentes da ativa das forças de segurança pública a partir do dia 5 de abril, além disso, professores e funcionários de instituições de ensino do estado — das creches às escolas de ensino médio — começarão a ser vacinados a partir do dia 12 de abril. A vacinação se estende aos profissionais que atuam nas redes estadual, municipal e privada de São Paulo. 

Vacinas aplicadas

O estado de São Paulo atingiu nesta quarta-feira (26) a marca de mais de 5 milhões de doses de vacinas aplicadas. Ao todo 5.007.522 doses foram administradas nas pessoas que integram os grupos prioritários do Plano Estadual de Imunização, sendo 3.728.678 paulistas a terem recebido a primeira dose da vacina Coronavac e 1.278.717 completamente vacinados com as duas doses do imunizante.

“Com a ajuda do Butantan e de mais vacinas, o estado de São Paulo seguirá nesse ritmo vacinando a sua população para que a gente tenha dias melhores”, disse Regiane de Paula, coordenadora de Controle de Doenças da Secretaria do Estadual de Saúde. 

“É uma grande vitória. É uma luta diária. Novamente, a vacina do Butantan é a vacina que está nos braços dos paulistas e de todos os brasileiros”afirmou. 

Mais Recentes da CNN