São Paulo desativa barreiras sanitárias em rodoviárias e aeroporto de Congonhas

Secretaria justifica o encerramento das barreiras pela estabilidade de casos de Covid-19 na cidade

Medida sanitária contra cepa indiana da Covid-19 no aeroporto de Congonhas, capital paulista
Medida sanitária contra cepa indiana da Covid-19 no aeroporto de Congonhas, capital paulista Foto: Renan Fiuzza/CNN

Estadão Conteúdo

Isadora Duarte, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

A Prefeitura de São Paulo decretou o fim das barreiras sanitárias no aeroporto de Congonhas e em três terminais rodoviários da capital. A Secretaria Municipal de Saúde desativou as barreiras na última sexta-feira (15), conforme nota divulgada pela pasta.

A secretaria justifica o encerramento das barreiras pela estabilidade de casos de Covid-19 na cidade.

Segundo dados da pasta, 801.106 pessoas foram abordadas em quase cinco meses de barreiras nos quatro pontos de monitoramento.

“O objetivo da ação foi identificar os casos suspeitos e evitar a disseminação das variantes do vírus Sars-CoV-2, causador da covid-19”, diz a secretaria na nota. Ao todo, foram identificados 220 casos sintomáticos que foram encaminhados às unidades de saúde.

Mais Recentes da CNN