Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    SC tem 20 municípios com ocorrências de chuvas, 614 desabrigados e 117 desalojados

    Nível do Rio Itajaí-Açu chegou aos 9,06 metros

    Município no Alto Vale tem 467 desabrigados após alagamentos
    Município no Alto Vale tem 467 desabrigados após alagamentos Divulgação/SDC

    Catarina Nestlehnerda CNN

    São Paulo

    Santa Catarina registra 20 municípios com ocorrências relacionadas às chuvas até este domingo (19). A Defesa Civil informou, que até esta manhã, 117 pessoas estavam desalojadas e outras 614 desabrigadas.

    De acordo com o Monitoramento Meteorológico da Secretaria de Estado da Proteção e Defesa Civil, as chuvas que atingiram todas as regiões catarinenses, ocorreram com maior intensidade entre o meio-oeste, planalto sul e trechos do Alto e Médio Vale do Itajaí, além do litoral sul e da Grande Florianópolis.

    Nas últimas 48 horas, os maiores acumulados ficaram em 233,3 milímetros em Vidal Ramos, 217,9 milímetros em Rio do Sul, 213,7 milímetros  em Lontras e 197.1 milímetros em Botuverá.

    A tendência é que até o final deste domingo a chuva diminua e a semana comece com tempo estável.

    Só na cidade de Rio do Sul, cinco abrigos foram abertos. O governo do estado afirmou que há informações de transbordamento nos bairros Barra do Trombudo, Taboão, Valada São Paulo, Ribeirão do Tigre e Ribeirão Matador.

    Em Blumenau e Brusque, foram registradas ocorrências de quedas de árvores e alagamentos em diversas ruas. Também houve queda de barreiras em Botuverá e Apiúna, em que uma residência precisou ser evacuada e não houve feridos.

    Segundo o Corpo de Bombeiros, na Grande Florianópolis, foram registradas algumas quedas de árvores, sem vítimas.

    Rio do Sul

    As chuvas que atingiram a cidade de Rio do Sul causaram alagamentos e contabilizaram cerca de 460 pessoas desabrigadas no município. Em 24 horas, a região registrou 154 milímetros de chuva.

    “Foi identificado que em Rio do Sul nós teríamos o nível do rio acima de 8,5 metros, possivelmente próximo a 9 metros e com isso uma parte significativa da população atingida, eles tinham aberto já cinco abrigos e nós precisávamos aumentar o nível de mobilização’’ afirmou o coronel Laureano, diretor de Gestão de Desastre da Defesa Civil.

    Segundo o governo catarinense, o nível do Rio Itajaí-Açu chegou aos 9,06 metros nas últimas 8 horas e choveu 217 milímetros nas últimas 48 horas. Em decorrência da situação, a Prefeitura de Rio do Sul deve decretar emergência desde sábado (18).

    De acordo com a Prefeitura de Rio do Sul, o ápice do rio aconteceu neste domingo, por volta das 7h40, com 8,97 metros. O volume de chuva acumulado desde sexta-feira (17), foi de 175,6 milímetros.

    Previsão do tempo

    A frente fria começa a se afastar a partir deste domingo em direção ao Paraná e ao oceano, com as chuvas perdendo intensidade. O céu permanece fechado, mas, na segunda-feira (20), a previsão é de sol e tempo firme em todas as regiões catarinenses.

    “A gente começa a fazer paulatinamente os atendimentos até o retorno da normalidade. Tem situações que preocupam e ainda tem muita água descendo do Vale. Em Taió, Rio do Oeste, Laurentino o nível do rio ainda sobe”, afirmou Fabiano de Souza, secretário de Estado da Proteção e Defesa Civil.

    “Alguns municípios nesse momento estão em emergência, ou seja, já houve o extravasamento da calha do leito natural do rio. Então é preciso que as pessoas ainda se mantenham vigilantes”, completou o secretário.