Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Sete em cada 10 pessoas com depressão ou ansiedade são mulheres, aponta pesquisa

    De acordo com a OMS, 9,3% dos brasileiros sofrem com ansiedade

    Sete em cada 10 pessoas diagnosticadas com ansiedade são mulheres, aponta pesquisa
    Sete em cada 10 pessoas diagnosticadas com ansiedade são mulheres, aponta pesquisa Reprodução/FreePik

    Isabelle Salemeda CNN em São Paulo

    Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que o Brasil é o país com o maior número de pessoas ansiosas: 9,3% da população. Para as mulheres, a preocupação é ainda maior. Uma pesquisa da Think Olga, uma organização não-governamental de inovação social, revelou que 7 em cada 10 diagnósticos de ansiedade e depressão eram de mulheres.

    Entre os motivos apontados para o alto índice desses diagnósticos está a sobrecarga de demandas em casa e no trabalho, além de outras questões.

    “Não podemos negar que a maioria das mulheres trabalham fora e ainda administram as tarefas de casa. Ainda lutamos contra o estigma de que “cuidar” é uma atribuição apenas feminina, muitas pesquisas mostram como estamos adoecendo, e não é de hoje”, explicou a psicóloga e professora de pós-graduação da PUC do Paraná, Mariana Holanda.

    De acordo com o estudo, tanto a ansiedade quanto a depressão também estão conectadas a problemas financeiro, uma vez que existe a disparidade salarial entre homens e mulheres que ocupam os mesmos cargos no trabalho. “A mulher que faz a mesma coisa que o homem ganha 30% a menos. Isso é estimulante?”, questiona a psicóloga.

    Além da saúde mental, há os problemas relacionados à questão física também. De acordo com Fórum Brasileiro de Segurança Pública o número de feminicídios em 2023 aumentou em 1,6% em relação ao ano anterior. Forma quase 1.500 casos.