UTIs lotadas em SP, colapso no Sul e mais da tarde de 15 de março

5 Fatos Tarde, apresentado por Evandro Cini, repercute principais notícias do Brasil e do mundo

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O recorde no número de internações nas UTIs de São Paulo, o colapso em um hospital de Porto Alegre e o reajuste no preço dos medicamentos no Brasil estão entre os destaques do 5 Fatos Tarde desta segunda-feira, 15 de março de 2021.

Pandemia em SP

O estado de São Paulo bateu recorde e registrou um aumento de 40% no número de internações em leitos de UTI desde o início do mês. Segundo dados do governo, 10.244 leitos foram ocupados até esse domingo (14). O número de vagas ocupadas nas enfermarias também é recorde: 13.382. O estado de São Paulo está, desde a 0h de hoje, na fase emergencial e, com isso, apenas os serviços essenciais podem funcionar.

Troca na Saúde

O presidente Jair Bolsonaro e auxiliares discutem a substituição do ministro Eduardo Pazuello na Saúde. Há uma avaliação de que a mudança da estratégia do governo em relação à pandemia, com foco agora na vacinação, seria coroada com uma troca no ministério. Um novo nome para a pasta deve ser divulgado nos próximos dias. Mesmo com os rumores, o ministro Pazuello anunciou hoje a compra de vacinas da Pfizer e da Janssen para reforçar o Plano Nacional de Imunizações.

Colapso no Sul

Em colapso, o Hospital das Clínicas de Porto Alegre fechou a emergência para a Covid-19 dedicada exclusivamente ao acolhimento de pacientes que procuram espontaneamente a instituição. Segundo o hospital, a estrutura tem 88 pacientes internados, dos quais 48 estão em estado grave e 24 intubados para receber oxigênio. O hospital também informou que o centro de tratamento intensivo tem taxa de ocupação de 132%.

Remédios mais caros

O governo federal autorizou um reajuste de 4,88% no preço dos medicamentos vendidos no Brasil. Na resolução publicada hoje no Diário Oficial, a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos, órgão subordinado à Anvisa, também informou que a indústria farmacêutica pode praticar o reajuste imediatamente.

PEC emergencial

O Congresso Nacional promulgou hoje a PEC emergencial, que permite a distribuição de auxílio emergencial para milhões de brasileiros que estão vulneráveis por causa da crise econômica e sanitária. Ao todo, R$ 44 bilhões serão destinados ao programa. O calendário e a regra para distribuição do benefício ainda não foram divulgados pelo Ministério da Cidadania.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

(Publicado por Daniel Fernandes)

Mais Recentes da CNN