“Vacina” é eleita a palavra do ano pelos brasileiros, diz pesquisa

Termo foi escolhido por 22% da população; "esperança" e "incerteza" vieram na sequência

Em outras edições, palavras como "luto", "dificuldades", "mudanças" e "corrupção" foram escolhidas pelos brasileiros ouvidos pela pesquisa
Em outras edições, palavras como "luto", "dificuldades", "mudanças" e "corrupção" foram escolhidas pelos brasileiros ouvidos pela pesquisa Prefeitura de Jundiaí

João de MariCarolina Figueiredoda CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

Vacina” foi eleita pelos brasileiros como a palavra do ano em 2021, segundo levantamento realizado pela Consultoria Cause e o Instituto de Pesquisa Ideia. De acordo com a pesquisa, o termo foi escolhido por 22% da população.

Em segundo lugar, teve destaque a palavra “esperança”, citada por 15% dos entrevistados, seguida por “incerteza”, com 11% das preferências.

A pesquisa ouviu 1.200 brasileiros entre os dias 6 e 9 de dezembro e a margem de erro é de 2.85 pontos percentuais para mais ou para menos. O objetivo do estudo, que está na sexta edição, é entender o espírito da época, o sentimento dos cidadãos em relação ao ciclo que se encerra e gerar discussões a partir da escolha da palavra.

O resultado coincide com a palavra do ano eleita pelo dicionário Oxford (de língua inglesa): “vax“, uma abreviação para vacina que, segundo a publicação, foi usada 72 vezes mais esse ano em relação a 2020.

Palavras como “esperança”, “fome”, “morte”, “desemprego”, “isolamento” e “descaso” também ficaram entre as finalistas em 2021.

“A palavra ‘vacina’ não nos surpreende pelo amplo espectro simbólico que ela representa: ela significa ao mesmo tempo esperança, salvação, alívio, ciência para uns, assim como negação para outros”. Independentemente de qualquer julgamento, foi sem dúvida a palavra que pautou a sociedade este ano”, diz Mônica Gregori, diretora-executiva da Cause.

Segundo o estudo, na região Norte, uma das mais impactadas pela pandemia e com o menor percentual de vacinados, cerca de 27% dos habitantes dos estados do Amazonas, Acre, Roraima, Rondônia, Amapá, Pará e Tocantins disseram que a palavra definiu 2021. Este foi o maior percentual apresentado entre as macrorregiões brasileiras, seguido por Nordeste (23%), Sudeste (22%), Sul (21%) e Centro-Oeste (18%).

Anos anteriores

Em outras edições, palavras como “luto”, “dificuldades”, “mudanças” e “corrupção” foram escolhidas pelos brasileiros ouvidos pela pesquisa.

Confira as “palavras do ano”, segundo a pesquisa.

  • 2021: “vacina”
  • 2020: “luto”
  • 2019: “dificuldades”
  • 2018: “mudança”
  • 2017: “corrupção”

O levantamento mostra, ainda, que, para definir o ano de 2022, “esperança” foi a palavra escolhida por 17% dos entrevistados, seguida por “saúde” e “recomeçar”.

Mais Recentes da CNN